Teatro Bolshoi, Hermitage e universidades fecham para conter avanço do coronavírus

Espaços culturais, como o Centro de Fotografia Irmãos Lumière, passam por desinfecção a portas fechadas

Espaços culturais, como o Centro de Fotografia Irmãos Lumière, passam por desinfecção a portas fechadas

Gavriil Grigorov/TASS
Restaurantes apostam em delivery, enquanto museus oferecem passeio on-line.

Para impedir a propagação do coronavírus, o prefeito da capital russa, Serguêi Sobiânin, emitiu, na última segunda (16), um decreto proibindo reuniões e eventos com mais de 50 pessoas.

No dia seguinte, a ministra da Cultura da Rússia, Olga Liubimova, assinou outro decreto anunciando o fechamento de vários espaços de cultura por toda a Rússia. Aqui está uma lista de alguns dos lugares afetados:

Museus

Vários museus importantes já anunciaram o fechamento temporário, como:

  • Galeria Tretyakov
  • Museu Estatal Púchkin de Belas Artes
  • Palácio do Arsenal do Kremlin
  • Hermitage
  • Palácio de Inverno Peterhof

Os museus estão suspendendo suas operações até 10 a 12 de abril. Felizmente, a maioria deles já está desenvolvendo plataformas on-line para seus visitantes. Leia mais sobre o assunto aqui.

Teatros

As apresentações de teatro também foram suspensas até 10 de abril. Alguns deles continuam com ensaios, embora cada seção não possa envolver mais de 50 pessoas.

  • Teatro Bolshoi
  • Teatro Maly
  • Sovremennik
  • Teatro Vakhtangov
  • Teatro Mariinsky
  • Teatro Mikhailovsky

Circos e zoológicos

Os circos e jardins zoológicos também estão reembolsando ingressos cancelados:

  • Grande Circo de Moscou na Vernadsky Prospekt
  • Zoológico de Moscou

O zoológico, porém, continua realizando transmissões ao vivo de seus recintos.

Universidades e escolas

Todas as universidades russas estão migrando para ensino a distância, enquanto as escolas permanecerão fechadas de 23 de março a 12 de abril. As seguintes instituições de ensino superior já começaram a usar ferramentas de ensino on-line:

  • Universidade Estatal de Moscou
  • Escola Superior de Economia
  • Universidade Estatal de São Petersburgo
  • Instituto de Física e Tecnologia de Moscou (MIPT)

Restaurantes e cinemas

A partir desta quarta (18), diversos restaurantes de Moscou também começam a fechar as portas, informa o jornal econômico RBC. Os mais famosos, como o Café Púchkin, disponibilizam entrega em domicílio.

Os cinemas já cancelaram as exibições de filmes. No entanto, alguns multiplex, como Oktyabr em Novy Arbat, ainda vendem ingressos, mas com limite de 50 espectadores.

LEIA TAMBÉM: Com 53 casos de covid-19, coronavírus altera rotina da população em Moscou

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies