Rússia proíbe a entrada de todos os cidadãos estrangeiros

Aeroporto Sheremetievo, em Moscou

Aeroporto Sheremetievo, em Moscou

Sergei Bobylev/TASS
Medida emergencial irá durar até 1º de maio, mas há exceções à regra. Nosso guia explica quais são e se você pode atravessar a fronteira russa independentemente das novas normas.

O governo russo tomou a decisão emergencial de suspender a entrada na Rússia de todos os cidadãos estrangeiros sem passaporte russo, na mais recente empreitada na batalha contra o surto de coronavírus. A nova proibição entrará em vigor à meia-noite desta quarta (18) e durará até 1º de maio, de acordo com uma declaração oficial do governo.

Quais países estão incluídos na proibição?

Todos os países, incluindo Brasil e todos os membros da União Europeia.

Sou um diplomata. Isso significa que não posso viajar agora?

Existem algumas exceções que não se enquadram na nova proibição:

*Diplomatas

*Funcionários consulares e de organismos similares situados em território russo

*Delegações oficiais governamentais e portadores de vistos de trabalho relacionados

*Tripulações aéreas, marítimas e ferroviárias internacionais

E o resto?

Fronteira russo-ucraniana, 16 de março

Um cidadão independente só pode entrar na Rússia durante esse período se tiver autorização de residência. Outra exceção são passageiros voando para seu país de origem em trânsito pelo território russo.

Todas as outras entradas serão consideradas ilegais a partir de 18 de março e incorrerão em uma multa de até 200.000 rublos (R$ 13.350), além de serviços comunitários e risco de detenção por até dois anos.

Então, se eu tenho uma autorização de residência ou outra permissão relevante e acabei de chegar na Rússia, estou liberado?

Não exatamente! Se você chegou a Moscou e é cidadão de um dos seguintes países, você e aqueles que vivem consigo devem ficar em quarentena por um período de 14 dias; isso inclui não ir ao trabalho, participar de estudos ou visitar áreas e eventos públicos.

Aqui está a lista de países cujos nacionais devem considerar duas vezes antes de viajar para a Rússia neste momento:

Albânia

Andorra

Bielorrússia

Bósnia e Herzegovina

Vaticano

Reino Unido

Alemanha

Irã

Islândia

Espanha

Itália

China

Coreia

Liechtenstein

Macedônia

Moldávia

Mônaco

Noruega

EUA

San Marino

Sérvia

Ucrânia

França

Croácia

Montenegro

Suíça

Mulher suspeita de coronavírus, em Moscou

Além disso, o órgão russo de fiscalização e proteção dos direitos do consumidor, Rospotrebnadzor, emitiu uma ordem oficial para testar todas as pessoas que chegaram da UE à Rússia até duas semanas antes de 16 de março e que não estejam em Moscou – ou seja, se você é um cidadão da UE que chegou para uma visita ou uma estadia prolongada nas últimas duas semanas – e que não ficará na capital –, você deverá fazer o teste.

Além disso, todos os repatriados do exterior – russos ou não – que manifestem sintomas associados a infecção respiratória aguda (também sinal da infecção por coronavírus) serão submetidos a testes caso tenham retornado à Rússia durante os últimos 30 dias.

LEIA TAMBÉM: Com 53 casos de covid-19, coronavírus altera rotina da população em Moscou

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies