Casas de aldeia na Rússia resistem ao avanço dos gigantes de concreto

Mikhail Japaridze/TASS
Essas casas não se parecem nem um pouco com fortalezas. Mas seus proprietários tiveram que criar defesas próprias quando os arranha-céus os cercaram.

Casebre azul entre arranha-céus

 ЖК «Одинбург» +

O terreno desta pequena casa azul acabou ficando rodeado por um novo conjunto habitacional em Odintsovo (região de Moscou). A proprietária se recusa a trocá-la por um apartamento em um dos prédios, pois precisa de uma casa térrea para o filho deficiente.

Uma vitória parcial

Nesse caso em particular, apenas metade da casa em Iekaterinburgo, nos Urais, continua lutando por sua independência. No início, havia dois proprietários; o desenvolvedor conseguiu acordar a compra com um deles – mas não com o outro. Agora, metade da casa de madeira fica à sombra de um arranha-céu.

Duas cabeças funcionam mesmo melhor que uma?

Esta é outra casa com dois proprietários na capital dos Urais que algumas construtoras queriam demolir para construir novas casas. Os donos de uma parte em ruínas da residência aceitaram um apartamento em troca, mas os da outra parte restaurada da casa se opuseram à mudança. E, assim, a casa foi deixada como estava.

Nas vastas extensões da Sibéria

Os blocos de apartamentos residências também engoliram quase todas as casas antigas desse novo distrito de Omsk, na Sibéria. A proprietária desta casa recebeu um apartamento sem acabamento e se negou a trocar o terreno por uma “caixa de concreto”.

Como a vila de Asterix

Este terreno com uma casinha verde no estilo datchaem Tcheboksari, na região do Volga, ficou bem no meio de blocos de concreto. Os ocupantes de todas as casas foram realocados, mas não foi possível chegar a um acordo com um dos proprietários.

Uma casa no playground

O proprietário desta casa de madeira em Novosibirsk recebeu um estúdio de 20 metros quadrados em troca de sua casa e terreno. Ele não aceitou e, embora a casa esteja desocupada (não há eletricidade ou água), a estrutura ainda permanece no que antes era uma rua de vila – mas agora é o playground de um nova empreendimento.

LEIA TAMBÉM: De aquecimento central sufocante a reformas eternas, 10 curiosidades sobre os lares russos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies