Russos criam novo Tetris que é app e tem prédios em vez de figuras geométricas

PNLK
Jogadores farão ainda viagem de meia hora por bairros residenciais russos em onda retrô.

Um jogo intitulado PNLK (abreviação de “Panelki”, os edifícios residenciais típicos de blocos de concreto espalhados por todas as cidades da Rússia) surgiu na  AppStore e no  Google Play. O projeto foi feito por um grupo de amigos desenvolvedores de softwares liderados pela autora da ideia, Kristina Golkina. A música para o jogo foi criada pela banda “Naukograd” (em português, algo como “Cidade da Ciência”).

Os criadores do jogo tiraram as imagens de edifícios reais no Google Maps e Yandex.Maps, enquanto outros edifícios foram eles mesmos que fotografaram. O jogo retrata edifícios de Moscou, São Petersburgo, Novokuzniétsk, Komsomólsk-no-Amur, além de Novosibirsk e Ekaterimburgo. No último nível, é apresentada a fictícia “Cidade 17”, do jogo “Half-Life 2”.

O jogo é curto: tem no total oito fases que podem ser concluídas em meia hora. No futuro, os desenvolvedores prometem acrescentar mais fases.

Em entrevista ao Tjournal, uma das criadoras do jogo, Kristina Golkina, observou que, em todos os cenários do jogo, existem ovos de Páscoa escondidos. Para encontrá-los, é preciso olhar atentamente para as janelas das casas.

“Grande parte dos russos que foram crianças nos anos 1990, não passaram a infância em pontos tuísticos, com matriôchkas e suvenires russos, mas nessas áreas residenciais, brincando nos pátios dos prédios e canteiros de obras e pulando nas garagens”, diz Golkina sobre a ideia inicial de criação do jogo.

Segundo ela, muita gente vê os prédios de paineis de concreto como uma "selva de pedra deprimente". Mas ela tem lembranças incríveis desses prédios, por isso não há nada de sombrio no jogo.

“Esses prédios e o Tetris são a Rússia da minha infância. Eu queria fazer um jogo calmo e sentimental”, disse Gorelkina em entrevista ao Tjournal.

O jogo é gratuito e pode ser baixado na  AppStore e no Google Play

 

LEIA TAMBÉM: Os 6 personagens russos mais amados dos videogames

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies