Embaixada nega caso de russa com suspeita de coronavírus, mas confirma infecção do marido

Reuters
Cidadã russa havia sido supostamente diagnosticada com covid-19, segundo notícia divulgada mais cedo. Homem não apresenta sintomas e foi hospitalizado.

Em um novo comunicado divulgado nesta terça (18), a embaixada da Rússia no Japão esclareceu informações sobre os russos infectados a bordo do navio Diamond Princess, que permanece em quarentena no porto da cidade japonesa de Yokohama.

De acordo com a publicação, o vírus foi diagnosticado no cônjuge da cidadã russa suspeita de ter covid-19, conforme divulgado horas antes.

O russo foi transferido para uma instalação médica especializada na província de Aichi, onde recebe tratamento, e segundo informações preliminares, não apresenta sintomas. Já a esposa, embora não diagnosticada com coronavírus, também foi colocada em observação em um dos hospitais da prefeitura de Kanagawa, devido “ao alto risco de infecção”, lê-se em nota publicada pelo órgão russo.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies