Faltando duas semanas, Rússia anuncia que não participará do Miss Universo 2019

Alina Sanko, Miss Rusia 2019.

Alina Sanko, Miss Rusia 2019.

Komsomólskaia Pravda/Global Look Press
Atraso no anúncio de datas prejudicou candidata russa, que não terá tempo hábil de tirar visto para os EUA, onde acontecerá o evento.

No próximo dia 8 de dezembro, candidatas de todo o mundo se reunirão em Atlanta, nos EUA, para escolher a nova Miss Universo. No entanto, a representante da Rússia não comparecerá ao encontro, explicou Anastassia Beliak, diretora do concurso Miss Rússia, em entrevista coletiva. A ausência se deve ao calendário apertado.

“Infelizmente, neste ano, a organização do evento Miss Universo levou muito tempo para comunicar as datas e o local da final. Soubemos há menos de um mês”, disse Beliak, acrescentando que Alina Sanko, Miss Rússia 2019, não teve tempo de obter visto de entrada para os EUA, ou sequer se preparar para o evento, que irá se sobrepor ao evento Miss Mundo, programado para 14 de dezembro em Londres.

Alina Sanko, de 20 anos, se formou em abril passado. Natural de Azov, na região de Rostov-no-Don, no sul do país, Sanko é estudante de arquitetura. Além dos mais de três milhões de rublos (US$ 47.000) conquistados com o título nacional, a russa teria o direito de participar dos dois concursos supracitados.

Cabe lembrar que Rússia venceu o concurso Miss Universo apenas uma vez, em 2002. No entanto, a vencedora eslava Oksana Fedorova foi destituída do título quatro meses depois por “quebra de contrato e incapacidade de cumprir as obrigações atribuídas ao cargo”.

O Brasil será representado no concurso Miss Universo 2019 pela modelo Júlia Horta.

VEJA TAMBÉM: Fotos recontam história do primeiro ‘Miss URSS’

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies