Na onda do FaceApp, Greenpeace publica fotos “envelhecidas” da Rússia

Observado através do filtro de envelhecimento, futuro de São Petersburgo, do Ártico e do lago Baikal parece, no mínimo, desanimador.

Aproveitando a popularidade do FaceApp, aplicativo capaz de “envelhecer” as pessoas, o Greenpeace Rússia lançou uma campanha para conscientizar a população sobre os problemas ambientais que poderão ser enfrentados em um futuro breve se nada for feito para melhorar a situação no planeta.

Por exemplo, o gelo do Ártico poderia derreter por completo, arruinando a vida de comunidades e animais.

São Petersburgo poderá ser ameaçada por inundações, colocando em risco os monumentos arquitetônicos da cidade.

E o maior lago de água doce do mundo, o Baikal, poderia secar.

“Os cientistas concordam há tempos que as ações humanas são culpadas pelas mudanças climáticas de hoje. A humanidade queima carvão, petróleo e gás, o que leva à liberação de gases de efeito estufa. Transformamos a atmosfera em um depósito de lixo”, diz Polina Karkina, coordenadora de clima e energia do Greenpeace Rússia. “Precisamos divulgar que a humanidade está à beira de uma catástrofe. E as mudanças só vão acontecer se pararmos de agir como se não houvesse amanhã.”

VEJA TAMBÉM: Os desastres naturais mais destruidores da Rússia moderna 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies