Os 10 carros favoritos da máfia russa nos “selvagens anos 90”

Legion Media
Enquanto os líderes circulavam com modelos Mercedes e Lincoln, os membros comuns preferiam enormes veículos off-road, pois eram mais eficazes e ameaçadores.

Após a queda da União Soviética, a profunda crise econômica que se instalou na Rússia gerou um grande aumento nos índices de criminalidade. Os chamados “selvagens anos 90” foram um período de guerras entre gangues, tiroteios e roubos. O Russia Beyond apresenta abaixo os 10 carros preferidos dos bandidos na época:

VAZ-2109

Único veículo russo desta lista, o VAZ-2109 era rápido e relativamente confiável. Tornou-se uma espécie de burro de carga para as gangues durante a década de 1990.

Além disso, o carro era barato e muito popular entre os cidadãos comuns, e foi inclusive citado em inúmeras canções de música popular da época.

BMW 525i

Apesar da popularidade dos VAZs, as pessoas estavam cansadas da indústria automobilística nacional e ansiavam por novos carros estrangeiros, que invadiram o mercado após a queda da URSS. O BMW 525i acabou virando um símbolo da década.

LEIA TAMBÉM: Os quatro maiores chefes do crime russo e como eles foram pegos 

Este carro alemão veloz era perfeito quando os bandidos precisavam deixar para trás a polícia, que ainda usava os lentos veículos soviéticos.

BMW 7

Outro veículo de produção alemã, o BMW 7 é conhecido como o carro mais “disparado” dos anos 90 na Rússia – e não por sua velocidade. Nenhum outro modelo foi perfurado tantas vezes por balas como este.

Lincoln Town Car

Os carros norte-americanos eram populares entre os criminosos em Moscou. Embora fosse muito grande e de difícil de manuseio, o Lincoln Town Car revelava o status social de seu proprietário, já que apenas um autêntico chefe da máfia poderia ter um.

Volvo 940

Como não era possível atravessar as ruas estreitas de São Petersburgo a bordo de um Lincoln, os criminosos da cidade recorriam aos modelos Volvo e Saab, da Suécia e da Finlândia. Além do mais, era fácil obter peças de reposição.

Jeep Grand Cherokee

LEIA TAMBÉM: A violenta história dos policiais russos que faziam justiça com as próprias mãos nos anos 90 

Os carros de luxo não eram uma boa opção para as péssimas estradas da Rússia rural. Nessas localidades, os gangsteres preferiam dirigir veículos off-road, como o Jeep Grand Cherokee. Ainda que o veículo consumisse muito combustível, isso não era um problema devido ao valor baixo da gasolina na época.

Mercedes Gelandewagen

Os chefes da máfia russa não gostaram deste SUV, que foi originalmente concebido para os exércitos da Alemanha e do Irã. O Mercedes Gelandewagen era muito alto e apertado para eles, mas costumava ser pilotado por seus guarda-costas como escolta.

Mitsubishi Pajero

Pesado, porém rápido, o Mitsubishi Pajero tornou-se uma espécie de tanque para criminosos envolvidos em guerras territoriais.

Chevrolet Tahoe

O Chevrolet Tahoe foi concebido como um carro familiar.

Portanto, os norte-americanos ficam surpresos ao saber que, na Rússia, esse gigante de nove assentos era utilizado para conduzir unidades inteiras de criminosos durante os ataques.

Mercedes S600

Este era o sonho de todo gângster russo. Mas os únicos que poderiam se dar ao luxo de ter um desses eram os chefes da máfia. Acolhedor e confortável, o “javali” (como foi apelidado) conferia a seu dono grande prestígio, mas não muita segurança. Este Mercedes foi incendiado, atingido e explorado como qualquer outro nos selvagens 90.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies