7 esportes de Vladimir Putin

De sua conhecida paixão pelo judô e karatê a esqui de montanha, caminhadas e até corridas de carro, o líder russo está em perfeita forma e se destaca em muitos esportes.

É um fato pouco conhecido que, na infância, o presidente russo Vladimir Putin tinha aversão à música tradicional russa. Seu pai adorava o baian, um tipo de acordeão russo, e obrigava o jovem Vladimir tocar algumas de suas músicas favoritas para ele.

Talvez tenha sido por isso que o futuro presidente resolveu se dedicar tanto ao esporte. Anatóli Rakhlin, treinador de judô de Putin, contou mais tarde como foi à casa da família para convencer os pais de que o filho era ótimo no esporte e que judô não representava perigo.

Judô

Vladimir Putin começou a fazer aulas de judô quando tinha apenas 11 anos. Quando ele começou a treinar, não tinha qualquer talento e não se destacava dos outros alunos. Mas, com o tempo, ele mostrou resultados impressionantes.

“No tatame, Vladimir era uma fera, lutando até o último segundo”, lembrava Rakhlin. A marca registrada de Putin eram golpes de jogar o adversário sobre as costas e de arremessá-lo enquanto segurava ambas suas mãos.

Aos 21 anos, Putin tornou-se campeão de judô em Leningrado (atual São Petersburgo) e recebeu o título de mestre. Em 1999, saiu o livro Vamos Aprender Judô com Vladimir Putin, e ele também participou de uma vídeo aula sobre o básico deste esporte.

Além de judô, Putin se destaca em várias outras artes marciais, entre elas, o karatê. Na escola de karate Kiokushin, Vladimir Putin detém o oitavo “dan” (posto).

Esqui de montanha

O esqui de montanha é um dos esportes favoritos de Vladimir Putin. Seu treinador pessoal é Leonid Tiagatchev, ex-presidente do Comitê Olímpico Russo e famoso esquiador da modalidade “downhill”.

"Vladimir Putin não passou pelo curso de treinamento habitual. No começo, ele continuava cometendo os mesmos erros. Mas, em dois anos, melhoramos sua técnica. Agora é firme e ele sempre desce em alta velocidade. Nós treinamos à noite, com iluminação elétrica. Normalmente começamos à meia-noite e terminamos lá pela uma ou duas da manhã. Ainda treinamos à noite com frequência”, conta Tiagatchev.

Os treinadores dizem que a técnica de Putin é muito melhor do que a do amador médio, mas ele ainda comete pequenos erros. Mas eles não estragam o prazer de descer rasgando a pista.

Hóquei

Ao contrário do judô, o hóquei é um dos passatempos esportivos mais recentes de Vladimir Putin. Em janeiro de 2011, durante a 25° Universíada de Inverno, na Turquia, Putin prometeu a um grupo de jovens atletas que aprenderia a patinar. "Pensei que era simplesmente impossível. Tentei aprender uma vez, quando praticava artes marciais”, disse o presidente.

O jogador de hóquei e diversas vezes campeão mundial Aleksêi Kasatonov se tornou o técnico de Putin. Eles também praticavam à noite. “Conversei com um menino de 12 anos e ele passou nove anos da sua vida praticando. Eu passei só dois meses. Eu aprendi a patinar me segurando na cadeira! E eu nunca patinei antes, não conseguia nem ficar de patins", confessou Putin.

Em abril de 2011, Putin já tinha aprendido a andar de skate e jogar hóquei, e chegou a marcar alguns gols. Putin se tornou patrono da Liga Russa de Hóquei Noturno, onde joga com políticos e empresários russos para arrecadar fundos para caridade.

A participação de Putin motivou muitos figurões russos a se dedicarem ao hóquei. Mas, como diz o empresário Oleg Smirnov, membro da Liga Russa de Hóquei Noturno, os outros jogadores tratam Vladimir Putin com luvas de pelica. “Ele é nosso presidente e o hóquei é um esporte de contato. Portanto, temos que ter cuidado para não causar ferimentos”, disse Smirnov.

Corrida

O primeiro carro de Vladimir Putin foi um desajeitado (e impronunciável) Zaporojets que seus pais ganharam na loteria. Após se tornar presidente, Vladimir Putin trocou de carro, mas manteve um sentimento automobilístico patriótico.

Em 2006, Putin deu uma carona a George Bush Jr. em um clássico soviético GAZ-21, de 1956. Em Sôtchi, Putin conduziu o chefe do Comitê Olímpico em um Niva, mais que adequado para terrenos montanhosos. Ambos os veículos pertencem à frota pessoal de Putin.

Em 2010, Putin dirigiu um Lada Kalina novinho em folha em uma viagem de quatro dias por dois mil quilômetros pelo Extremo Oriente da Rússia, de Khabarovsk a Tchita. Quando um jornalista que o acompanhava perguntou se ele estava tendo dificuldade em dirigir e falar ao mesmo tempo, a surpreendente resposta de Putin foi: "Estou relaxando, talvez pela primeira vez em uma década".

O Lada, alvo de piadas sobre automobilismo em todo o mundo, nunca tinha sido tão elogiado.

Mas, na maioria das vezes, Putin anda no banco de trás de sua limusine presidencial, apesar de nunca perder a chance de assumir o volante. Durante uma reunião, em 2018, em Sôtchi, o presidente levou o líder egípcio Abdel Fattah el-Sisi para dar uma volta em seu veículo blindado.

E Putin também domina a direção esportiva. Em 2010, ele chegou a dirigir um carro de Fórmula 1, acelerando a 240 quilômetros por hora.

Mergulho

Quando está de folga, Vladimir Putin às vezes mergulha. Em 2011, ele mergulhou ao fundo da Baía de Taman para ver a chamada "Atlântida Russa", a parte submersa da antiga cidade grega de Phanagoria, na Península de Taman. Ainda era apenas seu segundo mergulho, Putin deixou claro.

Mais tarde, ainda em 2011, Vladimir Putin e Dmitri Medvedev foram para a região de Astracã, no sul da Rússia, onde mergulharam e tiraram fotos do mundo subaquático do Volga. Em agosto de 2017, o presidente tirou férias curtas, de apenas dois dias, em Tuva, onde fez um pouco de pesca submarina.

Caminhada

É também em Tuva que Vladimir Putin gosta de caminhar. A região é o local de nascimento de Serguêi Shoigu, ministro da Defesa russo. Acompanhado por Shoigu e Aleksandr Bortnikov, diretor do FSB, Vladimir Putin passou alguns dias relaxantes ali em agosto de 2018.

Os três caminharam pelas colinas da Reserva Natural Saiano-Chuchenski.

“Navegamos pelo rio Enissêi em uma lancha e fizemos caminhadas. Subimos as montanhas, alguns lugares sozinhos, alguns lugares de helicóptero, mas nas montanhas andávamos sempre a pé. Vladimir Putin cobre longas distâncias com facilidade”, disse Gennádi Kiseliov, diretor da Reserva Saiano-Chuchenski.

Vladimir Putin parece amar Tuva. Ele esteve ali diversas vezes, e em 2008 ele foi clicado no local durante uma caminhada e nadando no rio.

Pesca

Em agosto de 2017, o presidente fez uma sessão de pescaria especialmente divertida, durante a qual ele ficou duas horas seguidas pescando lúcios com lanças. "Elas são tão afiadas e certeiras que são rápidas em mergulhar na lama no fundo da água", disse Putin sobre as lanças, antes de trocé-las pela vara.

Segundo ele, a Rússia é o melhor lugar para pescar. "Sinceramente, para mim, a melhor pesca do mundo está na Região de Murmansk e no delta do Volga, na região de Astracã”, diz Putin.

LEIA TAMBÉM: Quem são os “besties” de Putin?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies