Parque Zariadie, ao lado do Kremlin, compete com Portugal em ‘Oscar’ do turismo

Vladimir Sergeiev/Sputnik
Roteiros pela natureza portuguesa são fortes candidatos contra atração moscovita.

O parque Zariadie, aberto em setembro de 2017 e localizado a poucos passos das muralhas do Kremlin de Moscou, concorre ao World Travel Awards, um concurso internacional conhecido como o “Oscar” do turismo.

O espaço projetado pelo escritório norte-americano Diller Scofidio + Renfro concorre em duas categorias do concurso em 2019.

Na categoria Melhor Atração Turística de Aventura na Europa, o parque moscovita disputa contra Passadiços do Paiva (Portugal), Monte Cervino (Suíça) e Chamonix-Mont-Blanc (França); já na de Melhor Projeto de Desenvolvimento Turístico na Europa, seus concorrentes são #LatviaRoadTrip (Letônia), Reserva Dark Sky Alqueva (Portugal e Espanha) e Passadiços do Paiva (Portugal).

LEIA TAMBÉM: De cemitério sob Praça Vermelha a cães proibidos de latir, 10 curiosidades sobre Moscou 

O parque Zariadie ocupa o antigo local do hotel Rossia, construído durante a União Soviética. É dividido em quatro zonas, com os principais ecossistemas da Rússia: tundra, taiga, estepe e pântanos. Também conta com um anfiteatro coberto por uma superfície de vidro e metal, uma caverna de gelo subterrânea e uma ponte “flutuante”, que forma um mirante arqueado sobre o rio Moscou.

O objetivo dos organizadores do World Travel Awards, realizado desde 1993, é reconhecer, premiar e celebrar a excelência nas principais áreas do setor de viagens, turismo e hospitalidade. O anúncio dos vencedores da presente edição acontece em evento em junho, na Ilha da Madeira, em Portugal.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies