Rússia introduzirá programa cultural para crianças nas escolas

Pavel Smertin/TASS
Quanta arte, teatro e turismo devem ser inseridos na educação das crianças? O Ministério da Cultura e do Ministério da Educação da Rússia está pensando sobre a questão e se dedica a determinar quantas excursões culturais as crianças realizarão durante os estudos.

O ministro da Cultura russo, Vladímir Medínski, diz que toda criança visitará um determinado número de museus, peças teatrais, exposições de arte, concertos de música clássica e monumentos arquitetônicos. Além disso, elas terão que escrever sobre a experiência em um diário impresso e on-line para os amigos, pais e professores.

“Temos um programa esportivo deste tipo, ao qual todos estão acostumados. Ele funcionou bem por décadas e agora foi reintroduzido às escolas russas. E sei a partir dos meus próprios filhos, que estão atualmente na escola, que eles desejam cumprir esse padrão porque é útil, importante e ajuda a ingressar em instituições de ensino superior”, explicou ele.

O programa ajudará as crianças a desenvolverem senso estético e amor à pátria por meio do conhecimento de sua cultura, a cultura de seus povos e regiões, segundo a Ministra da Educação Olga Vassílieva.

“Nos últimos anos, falhamos na tarefa de dar uma educação cultural adequada para nossos filhos. Isto aconteceu por vários motivos, mas todos concordam que não se dedicou tempo suficiente à cultura contemporânea nos programas escolares, nas matérias e na história cultural”, disse ela.

Iniciativas culturais menores já existem em algumas escolas. Na região de Penza, por exemplo, as crianças têm um diário cultural (impresso e on-line) e visitam museus e teatros todos os sábados como parte do currículo escolar.

A iniciativa do governo tornará a prática uma norma nacional, segundo Medínski.

LEIA TAMBÉM: 6 diferenças entre as escolas russas e as de outros países

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies