4 cães russos que foram criados para caçar ursos e lobos

Yuryi Abramochkin/Sputnik
Caçar com cães era um dos passatempos favoritos - e caríssimos - da nobreza russa. Alguns desses quadrúpedes ajudavam a caçar animais enormes nas florestas, e determinado cão de caça ficou tão famoso que chegou a ser mencionado por Tolstói.

“Nikolai gritou em uma voz que não era sua e seu bom cavalo por si só correu colina abaixo, saltando sobre barrancos para afastar o lobo. Ainda mais rápido, ultrapassando o cavalo, corriam os cachorros. Nikolai não ouvia seus próprios gritos, não sentiu que estava galopando, não viu os cães ou o espaço sobre o qual galopava. Ele via apenas o lobo, que, acelerando o passo, descia o barranco sem mudar de direção.”

É assim que Lev Tolstói descreve uma caçada russa com cães em “Guerra e Paz”. Este tipo de caça foi empregado inicialmente em países árabes e chegou a terras russas após o jugo tártaro. Muitos cãs (dirigentes) tártaros e uzbeques se transferiram para a Rússia e, no século 17, criaram o “borzoi”, a principal raça de cão domesticado para este tipo de caça.

Ter cães de caça e empregar pessoas para treiná-los e levá-los para caçar era algo muito caro. A partir de meados do século 19, fazê-lo custava aproximadamente 1.500 rublos por ano, ou seja, metade do salário anual de um coronel do exército.

Confira as principais raças russas de cães que caçam lobos e até mesmo ursos:

Laika

O Laika é um cão de caça versátil nativo da Rússia. Ele é usado para caçar alces, javalis, castores, pássaros da floresta e patos. Depois de descobrir a presa, o laika os atormenta com latidos e não os deixa ir a lugar algum até que o caçador se aproxime para matar a presa.

Um cão da raça laika.

O laika é bastante conhecido por olfato aguçado, velocidade e persistência para caçar. Ele pode acossar até mesmo ursos. Estes cães são corajosos, bravos, prendem firmemente a presa e são muito espertos.

Borzoi

Acredita-se que a raça Borzoi tenha sido criada no século 17 a partir de cães saluki (galgo persa) e laikas. O borzoi é soberano na caça com cães: ele podem realmente tomar a dianteira da presa, assim como o laika, mas são muito mais rápidos.

Diferentemente do saluki, que persegue a presa por longas distâncias nas estepes, o borzoi foi criado para pegar a presa em distâncias curtas, em clareiras, antes que ela chegue à floresta.

Suas principais qualidades são a visão aguçada (este cão sempre fica de olho na presa), o ímpeto e a fúria durante a perseguição, a alta velocidade e a capacidade de saltar, assim como a persistência e o trabalho em equipe.

Galgo

Se a presa (lobo, veado ou lebre) voltar para a floresta, um borzoi não consegue pegá-la. - de tão rápido, o borzoi se espatifaria em uma árvore. E, como o borzoi era muito caro, os galgos foram empregados em caçadas na floresta.

Em uma caçada com cães, os galgos perseguiriam a presa na floresta e a fariam correr em direção a um espaço aberto. Ali, então, os borzoi a perseguiriam e os caçadores atirariam à distância.

Perdigueiro

O perdigueiro russo era usado para caçar pássaros na floresta, no campo e no pântano. O perdigueiro era, muitas vezes, o único cão que os nobres russos mais pobres podiam ter, sem possibilidades de bancar grandes caçadas com borzoi e galgos.

Quer saber o que aconteceu com os animais de estimação da família Romanov depois que ela foi executada? Veja aqui!

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies