Conheça Svetlana Soluyanova, a boxeadora que venceu o Campeonato Europeu

Svetlana Soluyanova
Russa superou infância difícil para virar campeã europeia de boxe. Agora já consolidada, atleta está de olho no ouro olímpico.

Em março de 2018, Svetlana Soluyanova, de 24 anos, venceu o Campeonato Russo de Boxe Feminino e, em junho, ficou em primeiro lugar no Campeonato Europeu, vencendo cinco lutas em sua categoria de peso até 51 kg.

Diante disso, alguns meios de comunicação russos a apelidaram de “a boxeadora mais bonita da Europa”, e a edição russa da revista “Glamour” a indicou para o prêmio de “esportista do ano”. Mas como ela entrou nesse esporte, e o que ela pensa sobre aqueles que a criticam?

Nascida na pequena cidade russa de Dimitrovgrad (961 km a leste de Moscou), Svetlana teve um começo de vida difícil. Com a mãe ausente (cumprindo pena em regime fechado), a estrela do boxe viveu por mais de 12 anos com sua tia e depois com a amiga de sua mãe. “Acho que esse período da minha vida me ensinou que eu deveria sempre contar comigo mesma e com mais ninguém”, disse.

VEJA TAMBÉM Vídeo reúne acrobacias aéreas de piloto Svetlana Kapánina, a “Valquíria russa”

Há 10 anos, Svetlana teve a sua primeira aula de boxe. “Na época, meu irmão me contou sobre a aula gratuita de boxe que estava acontecendo nas proximidades – e foi assim que minha história começou”, disse ao Russia Beyond.

“Claro, houve muitas pessoas que disseram que eu não teria um futuro decente”, lembrou. “Em momentos difíceis, você começa a duvidar de si mesmo e procura mudar a situação com o melhor de suas habilidades. Graças a parentes próximos e, particularmente, ao meu treinador [Airat Bogdanov], consegui seguir em frente. Ele é como um pai para mim. Eu sou grata a ele por me tornar [quem eu sou agora].”

Se não fosse pelo boxe, Svetlana teria provavelmente partido para a música. “Até o nono ano, fazia aula de ambos, mas, quando me formei na escola de música, tive que escolher”, disse. Apesar de perseguir a carreira no boxe, ela ainda toca guitarra regularmente e escreve músicas. E seu gosto musical não é convencional – adora canções triste russas e artistas como Serguêi Nagovitsin e Mikhail Krug.

Посмотреть эту публикацию в Instagram

Как редко бывают моменты спокойствия и безмятежности, когда можешь просто сесть и воспроизвести в жизни кусочки прошлого и сшить их с настоящим… Когда можешь отдохнуть от вечной борьбы за место под солнцем. Когда можешь ощутить разницу между «уже не 20, но ещё не 25». Тогда я вижу, что жизнь состоит из контрастов. Хорошее – плохое, Жизнь - смерть, Взлёты - падения, «В серебре или нищете, со щитом или на щите», Эти контрасты и дают нам ощутить многогранность бытия и расставить приоритеты: Прячась от палящего солнца в ледяной душ, мы понимаем, что жар костей не ломит… Убегая от быта и семейных тягот на волю и бесконечные вечеринки, мы опустошаемся и понимаем где наши истоки, и кто нас ждёт на самом деле… Достаточно болезни близких или заболеть самому, как мы быстро приходим в себя и обретаем рассудок, забывая о сиюминутных капризах, плохой погоде или шумных соседях. Контрасты показывают эфемерность наших грёз и помогают нам ценить то что есть…#моимысли#мысливслух #ценитекаждыймиг #люблювсечтоуменяесть#славабогузавсе🙏

Публикация от Солуянова Светлана (@soluyan51)

Atualmente, embora receba muitas perguntas sobre sua aparência, jamais considerou seriamente seguir carreira como modelo. Segundo ela, o maior objetivo é conquistar o ouro olímpico: “O objetivo claro e mais importante de todos os esportistas”.

“Eu sou totalmente diferente na vida real quando comparado com as fotos”, admitiu. “Não vou a salões de beleza com frequência – apenas duas vezes por mês para pintar meu cabelo. Afinal, eu não sou loira natural. Em casa, eu só tenho um espelho grande que uso mais para praticar o meu boxe do que posar.”

Svetlana também diz que raramente usa maquiagem e prefere roupas esportivas porque passa a maior parte do tempo treinando na academia.

“Eu treino cinco horas por dia e muitas vezes passo as noites em casa. Toco violão e escrevo no meu diário.”

Nem mesmo a conquista do ouro no Campeonato Europeu mudou a vida da boxeadora. “Eu treino muito e não me deixo descansar sabendo que sou a campeã da Europa”, acrescentou. Embora ocasionalmente perca lutas, sempre tem o apoio de seu treinador. “Ele é a pessoa que eu mais ouço e levo cada palavra sua muito a sério”, ressaltou. “Às vezes, eu aprendo ainda mais com as perdas – elas me dão motivação.”

Apesar de suas realizações, as pessoas ainda a criticam - acusando-a de parecer viril ou, ao contrário, dizendo que seu sucesso se deve simplesmente a sua aparência.

Mas Svetlana não leva a sério: “Você não pode agradar a todos, isso é simplesmente impossível. Eu acho que, muitas vezes, as pessoas se atentam a suas vitórias e esquecem todos os obstáculos que você teve de atravessar ao longo do caminho.”

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies