Agência espacial russa Roscosmos ajuda criança com trabalho escolar

Mash
Professora avaliou desenho do espaço de um aluno como “irrealista”. Foi então que o pai do estudante resolveu perguntar aos cosmonautas o que eles achavam.

Um aluno da segunda série na Rússia foi incumbido de colorir o espaço da maneira que imagina para a aula de desenho. Porém, quando a professora fez com que o garoto repetisse a ilustração, porque “não se tratava de uma imagem realista”, especialistas com verdadeira experiência no tema foram convocados a intervir na situação.

O pai do estudante escreveu ao canal Roscosmos Telegram perguntando se o espaço poderia ser parecido com o cenário retratado pela filho.

Em sua resposta, a agência espacial russa Roscosmos disse que a professora não estava correta nem tinha levado em conta as leis da física e da ótica – sem falar do fato de ter negado o direito da criança de ter sua própria visão do mundo.

Segundo os especialistas, o olho humano não consegue distinguir adequadamente a cor das estrelas porque elas emitem luz em um espectro muito amplo. “Na realidade, as estrelas podem ser azuis, brancas, amarelas, laranjas e vermelhas”, lê-se.

Como exemplo, a agência espacial russa acrescentou à resposta uma foto tirada pelo cosmonauta russo Guennádi Padalka. “Se você der o zoom, verá estrelas vermelhas, azuis e amarelas – e isso é apenas uma parte ínfima de todo o esplendor de cores do espaço”, escreveu a Roscosmos em sua carta resposta.

De acordo com o canal Mash Telegram, o pai da criança iria a mostrar a explicação para a professora, mas não há novas informações sobre o caso.

Mora na Rússia e está procurando escola pública para seu filho? Saiba como matriculá-lo

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais