Rússia propõe criação de Aliança Empresarial de Mulheres do Brics

ZUMA Press/Global Look Press
União tem objetivo de aproximar mulheres que ocupam cargos-chave ou são fundadoras das maiores empresas dos cinco países.

O desenvolvimento de uma plataforma eletrônica para o intercâmbio de experiências e contatos de negócios entre as comunidades empresariais femininas dos países do Brics poderá ser complementado pela criação da Aliança Empresarial de Mulheres do Brics, segundo declaração da chefe do grupo de trabalho russo no Conselho Empresarial do Brics, Anna Nesterova.

A Rússia sugeriu a criação da aliança durante a Conferência do Comércio e Desenvolvimento das Nações Unidas, realizada entre 17 e 18 de abril em Genebra.

Segundo Nesterova, a criação deste mecanismo é uma das principais iniciativas empresariais femininas na economia digital proposta pela comunidade empreendedora e é apoiada pelo governo da Rússia.

“Esperamos que esta plataforma de informações se torne uma rede eficaz entre as comunidades empresariais femininas dos países do Brics e colete informações e vídeos sobre as problemas e barreiras que as mulheres empreendedoras estão enfrentando", disse Nesterova.

Na economia digital, as mulheres precisam ter acesso a todas as ferramentas modernas para o desenvolvimento pessoal e profissional, intercâmbio de experiências e atração de investimentos para seus projetos.

“Apesar da globalização da economia, a maioria das empresárias não tem a oportunidade de entrar em mercados globais. Assim, é importante compartilhar as histórias dos negócios femininos bem-sucedidos e trocar experiências entre pequenas e médias empresas”, completa Nesterova.

Você sabia que, apesar de ‘imagem patriarcal’, a Rússia é uma das líderes em mulheres em cargos de liderança? Então leia aqui.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais