Patinadoras artísticas russas quebram dois recordes olímpicos seguidos

Evguênia Medvedeva e Alina Zaguitova

Evguênia Medvedeva e Alina Zaguitova

Dmitry Golubovich/Global Look Press
Esta foi a primeira vez na história do esporte em que duas competidoras do mesmo país estabeleceram recordes mundiais um após o outro.

As patinadoras artísticas Evguênia Medvedeva e Alina Zaguitova bateram dois recordes mundiais na mesma fase – uma seguida da outra – durante o programa curto nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 na quarta-feira (21).

Medvedeva recebeu 81,61 pontos, batendo a própria marca registrada anteriormente na patinação artística por equipes dos Jogos de PyeongChang. Poucos minutos depois, Zaguitova superou o recorde estabelecido pela companheira de equipe, com 82,92.

Zaguitova ficou tão chocado que não conseguiu acreditar no resultado dela.

Medvedeva parabenizou Zaguitova e referiu-se ao momento como “histórico”.

O terceiro lugar no programa curto foi para a canadense Caitlin Osmond (78,87).

Após as performances das russas, os comentaristas de patinação artística estão divididos em dois grupos.

O primeiro acredita que Medvedeva merece ganhar o ouro olímpico, porque seu trajeto para o torneio foi espinhoso – com uma grave lesão no joelho, demorou para se recuperar e acabou ficando atrás de Zaguitova no campeonato europeu.

O segundo grupo, porém, acredita que Zaguitova deve ser a vencedora, pois apresentou um programa mais tecnicamente difícil nas Olimpíadas, “nervos de ferro e habilidades físicas incríveis”.

Também na quarta, a brasileira Isadora Williams garantiu um lugar entre as 24 melhores atletas da patinação artística individual, torando-se a primeira sul-americana a avançar para a fase final – que acontece às 22h00 (Brasília) desta quinta (22).

Veja aqui 10 beldades da seleção olímpica russa em PyeongChang.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies