São Petersburgo oferece quase US$ 60 mil em guerra contra ‘pingentes de gelo mortais’

Alexei Danichev/Sputnik
Objetivo do programa é criar nova ferramenta que remova os blocos de gelo acumulados no telhados da cidade. Queda de formações naturais pode ser letal.

A fundação peterburguense “Prodvijenie” (Progresso) anunciou a realização de um concurso voltado a cientistas, empresários e engenheiros com menos de 35 anos para criação de um dispositivo capaz de eliminar os pingentes de gelo dos telhados.

A organização pretende pagar 1 milhão de rublos (quase R$ 60 mil) de recompensa para quem inventar a maneira mais engenhosa de evitar a formação de gelo.

“O sistema atual de remoção de neve e gelo é obsoleto, mas até agora nenhuma ação decisiva foi tomada a esse respeito”, diz Andrêi Zaikin, diretor da “Prodvijenie”.

Os invernos em São Petersburgo são especialmente difíceis devido à proximidade com o mar Báltico, o que aumenta a humidade; com isso, é muito comum a formação de pingentes de gelo nos edifícios, que representam perigo para população.

Em 2010, a atual presidente do Senado russo e então governadora de São Petersburgo, Valentina Matvienko, sugeriu derreter os pingentes de gelo com a ajuda de lasers. “Simplesmente cortá-los com machados e pás é uma técnica de idade da pedra”, disse.

A governadora também sugeriu que técnicas a vapor fossem utilizadas para combater os pingentes de gelo. A ideia foi parcialmente implementada, e ar quente acabou sendo usado para remover a neve dos telhados, ajudando a evitar a formação de gelo.

No final do ano passado, mistura de neve e gelo formaram imagens curiosas no canal ao lado da Catedral do Sangue Derramado. Veja fotos aqui

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies