Luzes do Kremlin serão desligadas durante a Hora do Planeta

Centro empresarial Moscow City com luzes apagadas durante Hora do Planeta 2017

Centro empresarial Moscow City com luzes apagadas durante Hora do Planeta 2017

Anton Denisov/Sputnik
Movimento antiaquecimento global promovido pelo organização WWF acontecerá no próximo sábado (24). Moscou contribui com a causa desde segunda edição, em 2009.

Pela décima vez consecutiva, a cidade de Moscou participará neste sábado (24) da Hora do Planeta. O movimento internacional, organizado pela ONG World Wildlife Fund (WWF), incentiva a apagar luzes elétricas não essenciais por 60 minutos.

De acordo com a Prefeitura, as fachadas de edifícios históricos da capital russa, os painéis eletrônicos de propaganda e outras instalações urbanas serão desligados por uma hora a partir das 8h30 da noite (horário de Moscou).

Neste ano, porém, o local principal da ação será o novo parque Zariadie, no centro.

O objetivo das autoridades é estimular a sociedade, para que os moscovitas também adiram à iniciativa, desligando as luzes e dispositivos elétricos em suas casas.

O movimento, que já acontece desde 2007 (quando apenas a Austrália participou), chama atenção para problemas ambientais, incluindo a escassez de água e gás natural.

No ano passado, 184 países, incluindo o Brasil, participaram do evento, e mais de 1.700 edifícios desligaram as luzes em Moscou.

Quer saber mais sobre o Kremlin de Moscou? Veja curiosidades aqui.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.