Fotos e vídeo mostram raro eclipse da ‘superlua azul de sangue’ na Rússia; veja

Lua cheia brilhando sobre monumento dedicado aos heróis do Exército Vermelho em Vladivostok, em 31 de janeiro de 2018

Lua cheia brilhando sobre monumento dedicado aos heróis do Exército Vermelho em Vladivostok, em 31 de janeiro de 2018

AFP
Entenda conjunto de fenômenos que acenderam a noite da parte oeste dos Estados Unidos e de regiões da Oceania e da Ásia, incluindo a Rússia, na última quarta (31).

Nem um ou dois, mas três fenômenos astronômicos naturais ocorreram nos céus acima do planeta nas noites de quarta e quinta-feira (31 e 1º). O evento, conhecido como ‘superlua azul de sangue’ é um eclipse lunar com uma superlua e também lua de sangue. Esse tipo interação não era observada no hemisfério oriental desde 1982; no hemisfério ocidental, foi testemunhado pela última vez há mais de 150 anos.

Lua cheia e vermelha sobre colinas na cidade de Vladivostok, no Extremo Oriente

A partir da porção asiática da Rússia, foi possível observar os fenômenos concomitantes no meio da madrugada de quinta-feira (1º), Moradores da Austrália, e outros países da Asia e América do Norte também tiveram sorte.

Fases de um eclipse lunar total durante uma Lua azul e superlua

Superluas ocorrem quando uma Lua cheia atinge seu ponto mais próximo da Terra. Elas chegam a parecer 14% maiores e 30% mais brilhantes que a Lua cheia comum.

Moradores de Simferopol saíram para passeio noturno à procura da Lua

Se a superlua é a segunda Lua cheia do mês, ela se chama Lua azul. Quando ocorre um eclipse, surge a “lua de sangue”, por conta do tom alaranjado e vermelho da Lua. Juntos, esses fenômenos são então conhecidos como ‘superlua azul de sangue’

Superlua ao fundo de símbolo histórico da Catedral de São Pedro e São Paulo, em São Petersburgo

Embora essa ocorrência simultânea seja extremamente rara, a Nasa anunciou que o próximo evento semelhante ocorrerá já em 2037.

Confira abaixo filmagens da mais recente ocorrência na Rússia:

Você sabia que astrônomos russos traçaram o maior mapa já produzido do Universo? Leia aqui mais detalhes sobre esse projeto.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies