Jornalistas trocam socos ao vivo durante debate sobre Stálin em rádio russa

Komsomolskaya Pravda
Programa era dedicado ao filme “The Death of Stalin” (A Morte de Stálin), cuja exibição foi proibida no país.

Um acalorado debate sobre o papel do ex-líder soviético Iossef Stálin durante a Segunda Guerra Mundial terminou em troca de ofensas e socos durante um programa de rádio dedicado ao filme “The Death of Stalin”, de Armando Iannucci.

A briga começou quando o historiador e apresentador Nikolai Svanidze, de 62 anos, chamou o jornalista pró-Kremlin Maksim Chevtchenko, editor-chefe do site Kavpolit, de “cretino” e advertiu-o: “Eu daria uma na sua cabeça se estivesse mais perto!”.

“Vá em frente, estou bem aqui. Levante-se e me acerte, covarde”, retrucou Chevtchenko.

“É isso mesmo que você quer, seu frango?”, respondeu Svanidze, antes de dar uma bofetada no rosto de Chevtchenko, que revidou com socos deixando o opositor no chão.

O lançamento da comédia “The Death of Stalin” em países europeus provocou intenso debate sobre as abordagens do tema e novamente levantou questões acerca da morte do líder soviético. O longa teve exibição proibida nas salas de cinema da Rússia, e o ministro da Cultura o chamou de “piada insultante de todo o passado soviético”.

Para assistir ao trecho citado, corra o vídeo até o minuto 52:00.

Alguns autores canônicos da literatura russa também gostavam de entrar em uma boa briga de vez em quando. Veja aqui três deles.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais