Polícia acha crocodilo do Nilo em casa de São Petersburgo

O crocodilo do Nilo costuma viver na África (sem surpresas aqui), mas este, de repente, foi encontrado em um porão de São Petersburgo.

O crocodilo do Nilo costuma viver na África (sem surpresas aqui), mas este, de repente, foi encontrado em um porão de São Petersburgo.

Getty Images
Réptil vivia no porão da casa e se alimentava com ratos.

No dia 18 de janeiro, vários policiais faziam uma busca em um prédio em Peterhof (município da região de São Petersburgo) quando ouviram gritos de um de seus colegas no porão do edifício: “É um crocodilo!”.

De olhos arregalados, eles desceram para o porão e realmente encontraram um crocodilo vivo. Ele movia-se no chão, que parecia uma espécie de tanque de água. Um dos oficiais fotografou a fera antes de reportar o incidente para a delegacia mais próxima.

O crocodilo estava muito infeliz por ser incomodado por um cara de uniforme.

De acordo com o jornal local “Fontanka”, os policiais imediatamente interrogaram o dono do prédio sobre o réptil (provavelmente usando algumas palavras impublicáveis). O proprietário, Pavel Baranenko, que trabalha com encenações históricas, respondeu calmamente: “É um crocodilo do Nilo”.

O réptil vivia em uma espécie de “piscina” - um desagradável buraco no chão do porão.

Descobriu-se que Baranenko mantia o crocodilo como animal de estimação há 10 anos (mas não se sabe onde ele encontrou o réptil), mantendo-o no porão e alimentando-o com ratos. A prática é obviamente ilegal - imagine se o crocodilo tivesse escapado e aterrorizado os moradores da cidade. Um humano carnudo provavelmente pareceria muito apetitoso após os pequenos ratos.

Como você pode ver nas fotos, até mesmo os corajosos policiais russos não estavam ansiosos em chegar perto do crocodilo.

Este não é o único problema de Baranenko: a polícia também encontrou com ele armas ilegais, incluindo uma mina, munição e outros “brinquedos”. Ao que parece, ele irá encenar a pobre existência do crocodilo em breve, trancado no porão de uma prisão russa.

Se você acha que fatos como esse são raros na Rússia, está totalmente enganado. Leia nossa história sobre um soldado que incendiou um veículo militar enquanto tentava cozinhar.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais