São Petersburgo ganha maior planetário do mundo

Cerimônia de abertura do maior planetário do mundo em São Petersburgo

Cerimônia de abertura do maior planetário do mundo em São Petersburgo

Alexander Galperin/RIA Novosti
Visitantes podem girar cúpula e abusar de tecnologia de realidade virtual.

A cidade de São Petersburgo, conhecida como a capital cultural da Rússia, também virou lar do maior planetário do mundo. A cúpula da nova estrutura tem 37 metros de diâmetro – dois metros a mais que o antigo detentor do recorde em Nagoya, no Japão.

Além de observar o céu estrelado, os visitantes podem passear ao redor do Museu de Exposições Espaciais e pelo salão interativo com tecnologia de realidade virtual.

Planetário foi criado em antiga instalação de armazenamento de gás

O planetário oferece observatórios e aulas educativas, e há vários tablets espalhados no espaço com os quais visitantes podem fazer a cúpula do planetário girar.

A atração fica localizada no aterro do Canal Obvodny, em um antigo depósito de gás construído há 150 anos para armazenar o gás necessário para a iluminação pública.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais