Circulação na Ferrovia Transiberiana é suspensa após queda de uma ponte; confira imagens 

Reuters
Fortes chuvas têm causado enchentes e estragos no sudeste russo.

As Ferrovias Russas, companhia estatal que opera as linhas ferroviárias da Rússia, suspenderam as vendas de passagens de e para o Extremo Oriente por três dias devido a um incidente na região de Transbaicália, na fronteira com a Mongólia e a China.

Uma ponte desabou no trecho que liga as estações Kuenga e Ukurei devido às fortes chuvas que estão atingindo a área, causando enchentes e inundações nos rios.

Os passageiros que já estavam no meio do trajeto tiveram que deixar o trem e usar um ônibus para completar o trecho. A empresa também está negociando a possibilidade de oferecer aos clientes a possibilidade de concluir a viagem de avião ou ônibus.

Após uma reunião de emergência, o presidente Vladimir Putin ordenou que fossem estabelecidas medidas para garantir o abastecimento regular de alimentos e outros bens necessários à vida normal nas cidades vizinhas.

A expectativa é que leve cinco dias para restaurar as operações na Ferrovia Transiberiana.

Devido ao mau tempo, diversos povoados da região estão lidando com estragos causados por enchentes. Alguns ficaram isolados, com helicópteros enviados para urgências.

LEIA TAMBÉM: Iakútia está em chamas desde o início do verão. Por que só agora estão tomando uma atitude?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies