Rússia quer atualizar estratégia econômica do Brics

Reuters
Objetivo é aprofundar cooperação entre os cinco países.

A Rússia vai sugerir um novo programa quinquenal de desenvolvimento econômico dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), segundo declaração do ministro do Desenvolvimento Econômico da Rússia, Maksim Orêchkin, ao canal de televisão Russia Today.

"No final do primeiro semestre de 2020, São Petersburgo receberá a nova cúpula do Brics. Já sugerimos aos nossos parceiros uma nova estratégia econômica para cinco anos. Queremos atualizar a estratégia econômica", disse Orêchkin.

Para ele, todos os membros do Brics compartilham do ponto de vista sobre a atual situação do comércio global e apoiam o desenvolvimento conjunto de projetos.

"Queremos destacar áreas-chaves e ter uma cooperação ainda mais profunda do que já conseguimos no último ciclo de cinco anos", explicou o ministro russo.

Durante a cúpula do Brics ocorrida entre 13 e 14 de novembro em Brasília, o presidente Putin declarou que estão previstos cerca de 150 eventos de diferentes níveis, unidos por um lema comum "Parceria do Brics para a Estabilidade Global, Segurança Comum e Crescimento Inovador" para a presidência russa do grupo.

O principal evento do grupo de cinco países em 2020 será a reunião dos chefes de Estados e governos em São Petersburgo, na segunda metade de julho.

LEIA TAMBÉM: O futuro incerto do Brics

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies