Diamante de 51 quilates é encontrado dias após abertura de novo campo de mineração na Sibéria

Alrosa
Cristal extraído teria mais de 350 milhões de anos, segundo mineradora.

A Alrosa, maior diamantífera do mundo, descobriu a primeira pedra com massa de mais de 50 quilates em seu novo campo Vérkhniaia-Muna, a 170 quilômetros da cidade iacuta de Udatchni, na Sibéria, informou o site Lenta.ru.

LEIA TAMBÉM: 5 mistérios que rondam as joias imperiais russas 

“Um cristal transparente em forma de octaedro arredondado e com um leve tom amarelo foi extraído da Polar, uma das quatro chaminés vulcânicas dessa região. O diamante possui massa de 51,49 quilates e dimensões de 23 x 22 x 15 mm. A idade aproximada do cristal extraído é de mais de 350 milhões de anos”, segundo nota emitida pela empresa russa.

“Trata-se de uma notícia promissora para esse campo, que entrou em operação em 31 de outubro”, disse Aleksandr Makhratchiov, diretor do complexo de mineração de Udatchni.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies