Após alteração de regras, pessoas comuns podem legalmente extrair ouro na Rússia

Getty Images
Por muitos anos, a mineração de ouro por indivíduos era ilegal e poderia resultar em uma multa expressiva ou até mesmo prisão. Recentemente, no entanto, o Estado reconsiderou o assunto e passou a permitir que pessoas comuns tentem a sorte encontrando os metais mais preciosos. Mas, como sempre, há pegadinhas.

Recebimento e pesagem de ouro no escritório nas minas. Região de Irkutsk, 1909

A mineração de ouro na Rússia data da Idade Média, quando ainda era uma atividade tanto em escala industrial como privada. Não havia restrições a indivíduos que quisessem prospectar metais preciosos.

Manual extraction of gold-bearing ore from a bore pit, Mikhailo-Arkhangelsky gold mine of the Lensky gold-mining company 'Starately' (Prospectors). Irkutsk region, Russia 1908

Como nos EUA, o Império Russo teve várias descobertas de ouro ao longo do século 19: na Sibéria e nos Urais. Milhares de garimpeiros viajaram de longe para as recém-descobertas jazidas de ouro.

Workers of the Lena mines 1912 Kemerov region, Russia

A Rússia não só permitia a prospecção autônoma de ouro, mas fazia de tudo para apoiar os mineiros, exigindo apenas que pagassem impostos.

Gold panners leave for work. Republic of Sakha (Yakutia), Russia 1936

Depois que os comunistas chegaram ao poder, em 1917, e nacionalizaram a economia, os indivíduos autônomos não foram totalmente impedidos de extrair ouro. Eles eram, por exemplo, autorizados a trabalhar com os resíduos de mineração.

A dredge in the Aliskerov Gold Field near the city of Bilibino on the Kolyma River, Magadan Region, having a processing capacity of several thousand tons of gold dust per day and replacing hundreds of workers. 1964. - -

No início da época soviética, ninguém se importava como as pessoas obtinham o ouro que vendiam para o Estado. Grandes quantidades de ouro foram roubadas das empresas de mineração, embora o crime fosse punido com a morte. Em 1954, foi aprovada uma lei que proibia totalmente os indivíduos autônomos de extrair ouro.

Gold dust on a flushing sluice special mat at Sputnik Prospectors' Cooperative. - - -

A proibição permaneceu em vigor por mais de 60 anos, com apenas uma pequena pausa de 1992 a 1998. Recentemente, o governo decidiu permitir que cidadãos russos se envolvam em mineração de ouro, ainda que com uma série de restrições.

Artel Ltd.

Depois de obter uma licença, os garimpeiros autônomos podem tentar a sorte em pequenos terrenos (menos de 0,15 quilômetros quadrados) que são licenciadas por um período de cinco anos, e cujas reservas de ouro que não totalizam mais de 10 quilos. Também é proibido o uso de explosivos.

Artel Ltd.

Até então, porém, esse tipo de mineração de ouro só é permitida na região de Magadan, no Extremo Oriente da Rússia, que foi selecionada para um projeto piloto. Essa região russa, com um grande número de pequenos depósitos de ouro, não é de grande interesse para grandes empresas de mineração.

Artel Ltd.

Não é preciso ser um empreendedor ou mineiro profissional para se sentir como um verdadeiro garimpeiro. Há várias tours especializadas nas montanhas dos Urais, onde as pessoas passam tempo procurando ouro e outras pedras preciosas.

Artel Ltd.

“Essas partículas de ouro se iluminam com os raios de sol, e é realmente fácil ser pego pela ‘febre do ouro’”, diz uma das visitantes, Elena Pakhomova.

Artel Ltd.

Os passeios, porém, não tem qualquer intuito além da diversão. Qualquer pedra encontrada deve ser entregue ao Estado; caso contrário, a pessoa pode ser multada em até meio milhão de rublos (quase R$ 30.000). Os turistas só podem levar consigo pirita, que se parece ouro e serve como uma lembrança da experiência.

Você sabia que o cruzador ‘Dmitri Donskoi’, que afundou há 113 anos, foi encontrado no Mar do Japão e há boatos de que havia bilhões de dólares em ouro imperial a bordo? Leia mais.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies