Brasil aprova inscrição da Rosneft para licitação de exploração de petróleo

Em meados de fevereiro, a Rosneft Brasil iniciou a exploração da jazida na Bacia do Solimões, onde a empresa russa pretende encontrar reservas de gás.

Em meados de fevereiro, a Rosneft Brasil iniciou a exploração da jazida na Bacia do Solimões, onde a empresa russa pretende encontrar reservas de gás.

Getty Images/Fotobank
A Rosneft Brasil poderá explorar diversas jazidas de petróleo e gás terrestres, caso vença a licitação.

A Rosneft Brasil, subsidiária da maior petrolífera estatal russa Rosneft, está inscrita para participar da 15ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios organizada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), de acordo com informações da agência Prime.

A ANP também aprovou inscrição de 13 outras empresas petrolíferas de todo o mundo, entre elas, a brasileira Petrobras, a BP (British Petroleum), a Chevron, a ExxonMobil, a Shell e a Total.

A 15ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios de Petróleo e Gás Natural do país, que será realizada em 29 de março, leiloará 70 blocos nas bacias sedimentares marítimas do Ceará, Potiguar, Sergipe-Alagoas, Campos e Santos e nas bacias terrestres do Parnaíba e do Paraná, totalizando uma área de mais de 95 mil quilômetros quadrados.

Mercado estratégico

Segundo a Rosneft, a participação na licitação brasileira faz parte da estratégia internacional da empresa. Projetos desse tipo permitem que a empresa obtenha acesso a ativos de alta qualidade e mantenha uma política de investimentos eficaz.

A Rosneft Brasil já participou de diversas licitações da ANP, mas não recebeu o acesso às outras bacias no território brasileiro. Em meados de fevereiro, a Rosneft Brasil iniciou a exploração da jazida na Bacia do Solimões, onde a empresa russa pretende encontrar reservas de gás.

A Rosneft se tornou a proprietária de 45% das ações de Solimões após a compra da TNK-BP, em 2013. Em maio de 2015, a Rosneft e a PetroRio fecharam um acordo de US$ 55 milhões que passou 55% do capital acionário e o controle do projeto da bacia de gás do Solimões à petrolífera russa.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies