Os 10 melhores filmes russos da década de 2010

Dos épicos de guerra aos dramas pesados a la Zvyagintsev.

1. Hardcore: Missão Extrema

Você acorda e não se lembra de nada. Olhando pelo lado positivo, você tem uma bela esposa a seu lado que explica que agora você é um ciborgue. No entanto, homens armados interferem na conversa conjugal e sequestram sua esposa, e você parte em uma jornada extremamente violenta e sangrenta para recuperá-la.

“Hardcore: Missão Extrema” é um filme experimental do aclamado produtor Timur Bekmambetov e do jovem e elogiado diretor Iliá Naichuller no qual, basicamente, o espectador é quem interpreta o herói. Isso porque a maior parte do filme é rodada em plano de primeira pessoa. “É um cruzamento entre um passeio por um parque temático, um filme, um videogame e um show de rock”, explicou o diretor do filme.

2. Voo de Emergência

Um piloto da Força Aérea é desonrosamente dispensado por desobedecer a uma ordem direta. Depois de deixar o órgão, ele se torna um piloto de avião comercial, apesar da relutância – mas estar no céu é a única maneira de se sentir vivo. Seu temperamento explosivo dificulta o relacionamento com a gerência da companhia aérea. Mas, antes de sair, ele deve cumprir um último vôo. Acidentalmente, um terremoto em uma ilha distante muda o destino do avião – e de sua vida.

Este filme é um remake do clássico soviético ‘Tripulação’, temperado com bastante ação e efeitos visuais modernos. Além disso, trata-se de uma história muito inspiradora – “‘Voo de Emergência’ é um filme inspirador e dá ânimo para tomar coragem e fazer boas ações para outras pessoas. No mundo contemporâneo, é uma grande raridade”, escreveu um crítico de cinema em sua resenha do filme.

3. Império Proibido

O explorador do século 18 Gonathan Green viaja da Europa para o Oriente. Nessa jornada, ele se depara com uma vila isolada do resto do mundo por uma floresta intransitável e uma vala construída artificialmente. Ali, os habitantes temem espíritos malignos – uma crença que o estudado Green imediatamente considera absurda.

No entanto, ele também será vítima do mal...

‘Império Proibido’ é baseado em um conto de um dos maiores escritores da Rússia, Nikolai Gógol. Assista a este filme para ter perspectiva nova da literatura russa clássica. Após o lançamento do longa, foi anunciada a produção de uma sequência, estimada em US$ 50 milhões, que seria realizada graças a uma parceria sino-russa. Surpreendentemente, até mesmo as estrelas de Hollywood Arnold Schwarzenegger e Jackie Chan aparecem no segundo filme.

4. Stalingrado

Este filme épico conta a história de um capitão soviético e um pequeno esquadrão, que conseguiu se colocar atrás das linhas inimigas e se escondeu em uma casa onde encontraram seu último morador, uma jovem chamada Kátia. Juntos, o pequeno grupo tem que impedir a ofensiva nazista, enquanto muda o curso da Segunda Guerra.

“Stalingrado” foi o primeiro filme da Rússia filmado no formato IMAX. Bairros inteiros da cidade destruída foram escrupulosamente erguidos em um campo militar perto de São Petersburgo. A famosa fonte quer permaneceu intocada, apesar dos intensos ​​bombardeios, também foi reproduzida. “Stalingrado” acabou sendo a melhor bilheteria em 2013 na Rússia – e é verdadeiramente épico em termos de produção.

5. Leviatã

O prefeito corrupto de uma cidadezinha russa usa seu poder para expulsar um homem simples de sua casa à beira-mar e usar a terra para necessidades pessoais. O pobre, porém orgulhoso, homem não cede à pressão e contrata um amigo advogado de Moscou. Mas, quando a ajuda chega, ela se torna uma nova fonte de sofrimento.

Este filme do aclamado diretor Andrey Zvyagintsev foi aclamado no mundo todo e recebeu um Globo de Ouro em 2015. As críticas, tanto na Rússia quanto no exterior, foram extremamente positivas (98% considerando todas as críticas reunidas pelo site Rotina Tomatoes). “Uma obra-prima russa brutal”, definiu o Sunday Morning Herald.

6. A Resistência

Em 22 de junho de 1941, a Alemanha nazista lançou uma ofensiva maciça contra a União Soviética, que não estava pronta para a paralisação nem preparada para o desenrolar da guerra. A Fortaleza de Brest foi o primeiro posto avançado a aguentar o tranco do ataque feroz dos nazistas. Surpreendidos, os cidadãos comuns tiveram que fazer um esforço extraordinário para impedir o avanço do agressor.

Embora os críticos não tenham dado muito crédito a “A Resistência”, o filme obteve uma das avaliações mais altas entre os filmes de guerra russos no Kinopoisk, site russo semelhante ao IMDb e Rotten Tomatoes. Isso, porém, pode ter a ver com os sentimentos de muitos russos em relação à guerra. Assista à terrível experiência em primeira mão do que foi o início da Segunda Guerra para a maioria dos russos.

7. Arritmia            

Um paramédico talentoso dá atenção integral aos pacientes, deixando de lado a esposa, a família e a gerência. Mas isso acaba não funcionando bem para ele: sua esposa pede o divórcio, e surgem vários problemas no trabalho. Sua vida desmorona, e ainda assim seus pacientes nem lhe agradecem pela dedicação.

Amplamente elogiado, esse drama sobre um homem simples que cumpre seu trabalho, apesar de inúmeros obstáculos, reflete, em muitos aspectos, a maneira como a sociedade russa funciona. E essa torna-se uma experiência estranhamente animadora, como sugeriu um crítico de cinema: “Você acredita no filme. Você quer consertar a vida, e não fugir do país onde ‘nada de bom pode jamais acontecer’”.

8. Dovlatov

Este longa retrata o cotidiano de Serguêi Dovlátov (um dos escritores russos mais populares do final do século 20) em Leningrado (atual São Petersburgo), na década de 1970, pouco antes de seu amigo Joseph Brodsky ser expulso da União Soviética.

Às vezes divertido, às vezes dramático, o filme mostra aos espectadores o quão difícil pode ser para uma pessoa descobrir seu talento e encontrar seu lugar na vida. Venceu um Urso de Prata no Festival Internacional de Cinema de Berlim em 2018.

9. Sem Amor

Um casal com filho pequeno está passando por um divórcio doloroso. A mulher e o marido estão sempre à beira de uma guerra, mas a verdadeira vítima é o filho, Aleksêi. Depois de mais uma briga, Aleksêi decide desaparecer sem deixar rastro.

Este drama sombrio e, por vezes, com tom mal-humorado, foi também dirigido por Andrey Zvyagintsev, vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza por “O Retorno” e indicado ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira em 2018 com “Leviatã”. O longa recebeu críticas positivas na imprensa ocidental.

No entanto, “Sem Amor” pode ser uma experiência difícil. De acordo com um crítico de cinema, “é um tipo de suspense, mas sem resolução fácil”.

10. O Estudante

Um adolescente de um lar desfeito busca a salvação na Bíblia. Ele aprende os versículos de cor e os recita para seus colegas de classe. Com o tempo, passa a se considerar a autoridade moral máxima e condena vícios sempre que os vê. Para os demais, o pregador adolescente se torna um problema insuportável.

Este filme é fruto do trabalho de Kirill Serebrennikov, famoso diretor russo que dirigiu produções nos palcos e nas telonas, e que já teve trabalhos participando de festivais como Cannes e Roma, além do Festival Internacional de Cinema de Varsóvia, no qual levou o prêmio principal por seu filme “O Dia de Yuri”. “Um Estudante” recebeu o Prêmio Chalais François no Festival de Cannes de 2016.

LEIA TAMBÉM: 10 filmes baseados em livros russos que viraram clássicos de Hollywood

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies