Enredo de novo filme do russo Kirill Serebrennikov é revelado em Cannes

Valeri Mélnikov/Sputnik
Longa irá retratar família excêntrica na Rússia pós-soviética. Cineasta é conhecido por críticas ao governo e à crescente influência da Igreja Ortodoxa.

O diretor de cinema e teatro russo Kirill Serebrennikov, cujos trabalhos “O Estudante” e “Verão” foram premiados em Cannes, está trabalhando na filmagem do longa “Petrovi v grippe i vokrug negó”, (Os Petrov na gripe e em entorno dela, em tradução livre), baseado no romance homônimo de Aleksêi Sálnikov.

A informação foi anunciada pela companhia Hype durante a atual edição do Festival de Cannes.

De acordo com as informações da empresa, Serebrennikov será responsável não só pelo roteiro, como também pela produção do filme.

O tema do livro, publicado em 2016 e já disponível em espanhol, se concentra em uma família que vive na Iekaterinburgo pós-soviética. Se à primeira vista o casamento de Petrov não é muito diferente de outros, o lado oculto de sua vida se mostra surpreendente. O mecânico Petrov sonha com ficção científica, tenta desenhar quadrinhos e regularmente se encontra com um homem estranho que parece segui-lo. Já sua mulher, a bibliotecária Petrova, passa o tempo livre assassinando homens que machucaram mulheres.

“Nosso filme vai contar como as coisas do cotidiano podem de repente se tornar inesperadas, e uma simples viagem de ônibus pode se transformar em uma aventura surpreendente”, disse Iliá Stewart, produtor da obra.

LEIA TAMBÉM: 30 diretores de cinema russos que qualquer cinéfilo que se preze deve conhecer

O filme em questão será coproduzido pela Rússia, França e Suíça.

Conhecido pelas críticas ao governo e à crescente influência da Igreja Ortodoxa Russa, Serebrennikov já ganhou vários prêmios, e suas obras são frequentemente nomeadas em importantes festivais, incluindo os de Avignon e Cannes.

Seu filme “Bancando a vítima”, por exemplo, recebeu o prêmio Marc’Aurelio de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Roma em 2006, enquanto “Verão” conquistou o título de melhor trilha sonora no Festival de Cannes em 2018.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies