Bairro empresarial de Moscou ganhará arranha-céu sustentável

Com 283 metros de altura e 61 andares, prédio terá áreas de descanso com vista para a cidade e jardins de inverno.

Um novo edifício gigante de vidro e concreto, chamado Grand Tower, começará a ser construído em breve no distrito comercial de Moscou, conhecido como Moscow City, segundo informações divulgadas no site oficial da Câmara Municipal da capital russa.

Com 283 metros de altura e 61 andares, o arranha-céu está sendo projetado pela filial de Moscou do escritório de arquitetura alemão Werner Sobek.

“A torre terá uma silhueta reconhecível e características muito específicas graças à sua localização no centro de negócios [de Moscou]. O complexo é composto por uma base e duas torres. Entre as torres verticais de vidro, haverá passarelas, áreas de descanso com vista para a cidade e jardins de inverno”, lê-se na descrição do projeto.

O edifício cobrirá uma área de 400 mil metros quadrados e incluirá escritórios, apartamentos residenciais, lojas, cafés, restaurantes, uma cantina para funcionários, um espaço para conferências com capacidade para 600 pessoas e um estacionamento subterrâneo para 692 carros equipado com lava-jato.

LEIA TAMBÉM: O que significa um dia na vida da gigante Moscou? 

As torres também poderão ser as primeiras na Rússia a receber o certificado “Gold” (melhor categoria após “Platinum”) do sistema internacional LEED, que premia construções sustentáveis. A expectativa é reduzir os custos operacionais do edifício em até 20% em comparação com arranha-céus vizinhos.

O novo empreendimento deverá ser inaugurado até o final de 2020, de acordo com o site de aluguel e venda de imóveis mcity.ru.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies