5 filmes russos que agitarão o segundo semestre de 2018

Sena do filme "Without me"

Sena do filme "Without me"

Kinopoisk
Entre longas imperdíveis e que chegarão às telonas internacionais em breve, estão melodrama assustador e olhar único sobre a vida de Michelangelo.

1. Unforgiven (Imperdoável), de Sarik Andreasyan

Por que assistir? Para explorar uma das questões mais complexas da cultura russa: De quem é a culpa?

O filme é baseado em uma história verídica. Em julho de 2002, a mulher e dois filhos do russo Vitáli Kaloiev morreram em um acidente de avião sobre o lago Constance. Dois anos depois, Kaloiev foi condenado pelo assassinato do controlador de tráfego aéreo suíço Peter Nielsen, que estava envolvido na tragédia. O filme cobre um período significativo da vida de Kaloiev, de 2002 a 2008. Além da Rússia, a história se passa na Espanha, Alemanha e Suíça.

A tragédia da família de Kaloiev já foi transformada em um filme – “Em Busca de Vingança” – estrelado por Arnold Schwarzenegger, que foi lançado em 2016. Segundo o diretor do filme russo Sarik Andreasian, a versão de Hollywood diverge significativamente da história real de Kaloiev para atrair audiência. “Tentamos fazer um drama biográfico”, disse. “Eu acho que podemos mostrar ao público uma versão diferente, que é muito mais próxima dos acontecimentos reais.”

2. Il peccato (O pecado), de Andrei Kontchalovski

Por que assistir? Conhecer um dos mais importantes diretores russos contemporâneos.

O novo filme de Kontchalovski é dedicado ao pintor italiano Michelangelo, abrangendo o período mais produtivo da vida do pintor, quando a escultura de David e os afrescos da Capela Sistina foram criados.

Filmado na Itália, contou com moradores locais como figurantes em algumas cenas.

Retrato de Michelangelo pintado por Jacopino del Conte https://it.wikipedia.org/wiki/Iacopino_del_Conte

O filme foi originalmente produzido em italiano, embora as versões em russo e inglês  também estarão disponíveis. Os cineastas recorreram aos principais especialistas em arte italiana para tornar o longa mais autêntico.

Curiosidade: A Piazza della Signoria, em Florença, foi temporariamente coberta com areia durante as filmagens para tornar a cena mais realista.

3. Without me (Sem mim), de Kirill Pletniov

Por que assistir? Para ver como é um melodrama russo atual.

Duas garotas amam o mesmo cara, mas depois de sua morte ambas começam a receber mensagens do além. Elas então fazem uma viagem juntas pelo país para resolver o mistério.

O responsável por esse suspense melodramático é Kirill Pletniov, um popular ator russo que recentemente virou diretor. Seu primeiro filme, “Burn!”, foi lançado no ano passado e acabou sendo bem recebido pelo público.

4. The Humorist (O Humorista), de Mikhail Idov

Por que assistir? Para ter uma ideia das dificuldades enfrentadas pelos soviéticos.

Esta é a primeira investida do jornalista, roteirista e escritor russo Mikhail Idov, na direção. The Humorist se passa na URSS de meados dos anos 1980. O protagonista é um satirista que passa por uma crise espiritual depois chegar à fama e perder sua liberdade. Já no seu limite, ele decide fazer algo realmente radical.

De acordo com os criadores do filme, não é uma adaptação de acontecimento reais nem totalmente fictícia, mas a fantasia do autor sobre como era a vida na URSS.

5. The Plant (A Fábrica), de Iúri Bikov

Por que assistir? Para entender do que um russo irado é realmente capaz.

Esta é uma história de confronto entre um oligarca russo e os trabalhadores de sua fábrica, que ele quer fechar. Vários milhares de operários são mandados para rua sem compensação. A maioria aceita seu destino, mas cinco trabalhadores desesperados decidem lutar e tomar o oligarca como refém antes de exigir um resgate.

O filme é uma produção russo-francesa e já entrou no Festival de Cinema de Toronto.

*Nenhum dos longas acima possui data de estreia no Brasil.

Não conhece todos os cineastas acima? Conheça aqui vários outros diretores contemporâneos da Rússia. 

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies