Soprano russa Anna Netrebko se apresenta pela primeira vez no Brasil

Netrebko e Eyvazov.

Netrebko e Eyvazov.

Divulgação/Mozarteum Brasileiro
Tenor do Azerbaijão também estreia no país em concerto único da dupla, que será acompanhada pela Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro na Sala São Paulo em 6 de agosto.

A soprano russa Anna Netrebko abre o calendário do segundo semestre da música clássica no Brasil com concerto único com o tenor azerbaijano, Yusif Eyvazov, no dia 6 de agosto, na Sala São Paulo.

A dupla será acompanhada pela Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro, sob a batuta do italiano Jader Bignamini, que recentemente estreou no Metropolitan Opera conduzindo a peça Madame Butterfly, de Puccini.

 “A importância das atrações do Mozarteum Brasileiro aumenta a cada ano. Em 2016 trouxemos o renomado tenor Jonas Kaufmann, para um recital que teve ingressos esgotados em tempo recorde. Na temporada de 2017, foi a vez das sopranos Diana Damrau e Pretty Yende, igualmente aplaudidas após levar a plateia ao êxtase. Todos estiveram no país pela primeira vez. Agora estamos entusiasmados por termos conseguido uma estrela do porte de Anna Netrebko, acompanhada de Yusif Eyvazov, que nunca se apresentaram na América Latina”, afirma Sabine Lovatelli, presidente do Mozarteum Brasileiro.

Um dos concertos do Mozarteum.

Anna e Yusif interpretarão árias de compositores que marcaram a trajetória de cada um, como Verdi, Bizet, Dvorák e Puccini.

Garota da Time

Considerada a prima-dona dos tempos atuais, Anna Netrebko foi a primeira intérprete clássica a entrar para a “Time 100”, seleção das 100 personalidades mais influentes do mundo elaborada pela revista norte-americana Time.

Ela chegou a ser descrita pelo New York Times como “uma verdadeira estrela, uma soprano na sua melhor essência, com um carisma que invade todos os elementos de suas performances”.

Seu talento foi descoberto por acaso, no início dos anos 1990, quando estudava canto no Conservatório de São Petersburgo e trabalhava na equipe de limpeza do Teatro Marínski.

Foi reconhecida pelo maestro do teatro, Valéri Guerguiev, que a convidou para participar de audições. Mais tarde, como seu tutor, ele a guiou sempre pelos papeis mais difíceis, à altura de seu talento, vislumbrando sua futura projeção internacional.

De Salzburg a Chicago

A partir da elogiadíssima estreia como Donna Anna, na ópera “Don Giovanni”, de Mozart, no Festival de Salzburg em 2002, Netrebko passou a se apresentar em praticamente todas as grandes casas de ópera do mundo, como a Metropolitan Opera, Ópera de São Francisco, Ópera Lírica de Chicago, Ópera Real de Londres, La Scala de Milão, óperas de Paris e Zurique, óperas Estatais de Viena, de Berlim e da Baviera.

Netrebko  já foi indicada para o Grammy pelos discos Violetta e Russian Album e, em 2005, recebeu o Prêmio Estatal Russo, mais alta honraria concedida pelo governo na área de artes e literatura.

A programação do Mozarteum terá continuidade em outubro com a Noite das Estrelas, nos dias 8 e 9, incluindo apresentações da Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro e de diversos solistas brasileiros de projeção internacional.

Trancoso também receberá o último concerto do ano do Mozarteum Brasileiro, com a realização especial do 5º Natal em Harmonia, no dia 1º de dezembro. 

Quer sabe os melhores pontos da capital russa para ouvir música de qualidade de graça? Então leia "4 lugares onde assistir a músicos de rua incríveis em Moscou".

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies