Boneca russa é só matriôchka? Reveja seus conceitos...

Boneca das irmãs Popov inspirada na música “Ugly boy”, de Yolandi Visser.

Boneca das irmãs Popov inspirada na música “Ugly boy”, de Yolandi Visser.

Press photo
Quer ter essas belezuras vestidas de maneira extravagante em sua coleção? Então, entre na fila! Até Jean Paul Gaultier tem duas!

Estas bonecas hiper-realistas não são o típico brinquedo de menina ou a clássica boneca russa matriôchka. Com 40 centímetros de altura, elas são feitas de resina de poliuretano, plástico ou porcelana, têm as proporções anatômicas corretas e vestem alta costura.

Marilyn Manson com detalhes em ouro.

Nascidas na cidade de Perm, as gêmeas Ekaterina e Elena Popovi hoje vivem em São Petersburgo, onde fazem bonecas desde 2004. Seus primeiros trabalhos levavam as caras de ídolos populares àquela época: Marilyn Manson, Dita von Teese, Madonna e John Galliano, entre outros.

Colaboração para realizar um sonho

Em 2002, as Popovi fundaram uma marca própria, a SISTERS, e hoje têm colaborações com artistas e designers de moda. Atualmente, Elena e Ekaterina se preparam para um grande show junto com o estilista Michael Costello.

Jean Paul Gaultier com duas de suas bonecas.

Em 2017, Jean Paul Gaultier estava louco para ter uma dessas bonecos, e assim as irmãs criaram dois modelos exclusivos para o estilista. Ele tem uma coloração de cabelo que varia de rosa a branco em uma só cabeleira, e então as irmãs repetiram o efeito na boneca.

Boneca das irmãs Popovi para Jean Paul Gaultier.

"Em uma das bonecas, Gaultier nos pediu para fazer articulações de ouro nos punhos e unhas de ouro", contam Ekaterina e Elena.

Boneca das irmãs Popovi para Jean Paul Gaultier.

“Na segunda boneca, ele pediu que fizéssemos uma tatuagem em 3D crescendo de seu corpo. Disseram que ele gosta do estilo herbáceo das nossas tatuagens.”

Inspiração Leste-Oeste

Cada coleção das gêmeas reflete um estilo diferente e um sabor étnico. "Nossa principal inspiração é a natureza, porque ela é uma designer insuperável", dizem.

Flor de cerejeira SAKURA (novo lançamento de 2018, em edição limitada).

Em uma de suas coleções mais recentes, as irmãs estrearam bonecas orientais chamadas "Sakura". O artista gráfico japonês Tokato Yamomoto deu autorização às irmãs para usarem fragmentos de seus desenhos para as tatuagens e a arte corporal das bonecas.

Desenho das irmãs Popovi em colaboração com Ingrid Baars.

Em 2018, as gêmeas lançaram gravuras de edição limitada em conjunto com a artista holandesa Ingrid Baars. As gravuras, intituladas POP, foram inspiradas em máscaras africanas.

A boneca das irmãs Popovi que inspirou Ingrid Baars em gravuras de edição limitada.

Seguindo as tendências da moda

Sem dar atenção especial a desfiles de moda, as irmãs perceberam que, muitas vezes, suas próprias obras acompanham as tendências.

Assim, para a apresentação de seu segundo protótipo de boneca, as irmãs fizeram várias perucas com múltiplas tranças que entrelaçavam o corpo como o “kinbaku” [o bondage japonês], por exemplo.

Protótipo da segunda boneca.

Mais ou menos na mesma época, a cantora britânico FKA Twigs lançou o “Pendulum”, cujo videoclipe tinha uma ideia parecida.

"Seguir as tendências acontece naturalmente, e nos sentimos bem com isso porque nosso trabalho principal é o design de moda, e as bonecas são nossos modelos em miniatura", dizem as irmãs. Elas afirmam que provavelmente têm uma forte intuição criativa.

Diferentes das bonecas

Criar no estúdio consome quase todo o tempo das gêmeas, e é por isso que elas se vestem de maneira muito casual no dia a dia. Mas elas têm alguns sapatos Louis Vuitton que lhes foram presenteados pessoalmente pelo designer Fabrizio Viti.

Irmãs Popovi.

Para o futuro, elas pensam em criar algumas bonecas para si próprias. A ansiedade é grande para ver o que elas aprontarão desta vez!

Matriôchkas também não pararam no tempo! Veja aqui as que invadiram o universo pop!

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais
Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies