Vitas, o cantor russo que virou meme

O cantor pop russo Vitas se apresenta em Chongqing, China, em 19 de junho de 2007, durante sua turnê pelo país. Tenor de 26 anos é famoso por sua voz de menino e por ter um alcance vocal de cinco oitavas.

O cantor pop russo Vitas se apresenta em Chongqing, China, em 19 de junho de 2007, durante sua turnê pelo país. Tenor de 26 anos é famoso por sua voz de menino e por ter um alcance vocal de cinco oitavas.

Getty Images
Com meias calças, tecno e sua famosa língua, o cantor russo Vitas chacoalhou a internet. Nos últimos anos, seus vídeos com um quê de bizarro atingiram milhões de visualizações no YouTube e invadiram também o Brasil.

Para muitas pessoas, a música “7th Element”, hit extravagante do cantor russo Vitas, é um tipo de hino da internet. É bem capaz que você não a conheça pelo nome, mas se a referência for "o vídeo do russo cantando engraçado", a imagem vem à cabeça de imediato.

Embora o Ocidente - inclusive o Brasil, onde ele continua rendendo infinitos memes - só tenha descoberto a canção nos últimos anos, ela é um hit na China desde o início da carreira do cantor, no início dos anos 2000.

Rei da internet

Assistir ao clipe de “7th Element” pela primeira vez é uma experiência inesquecível. Ver em ação o cantor Eyeing Vitas, cujo nome real é Vitáli Gratchov, pode causar um misto de sensações, desde tentar entender como ele faz aquilo com a língua até se divertir com os olhares sedutores que ele lança para a câmera.

Junte tudo isso a um macacão prateado e à coroa preta em forma de estrela que ele usa na cabeça, e a fórmula está pronta. É um daqueles exageros de referências que a internet adora.

Vitas durante uma apresentação de 2005 no especial de ano novo do programa de TV Smeshnie Liudi (Pessoas engraçadas, em russo).

A música “7th Element” é de 2001 e tinha tudo para ter feito sucesso no mundo já desde aquela época. Mas foi só em junho 2015 que o vídeo teve sua redenção no Ocidente, graças à “jai_kasavin”, um usuário do site Reddit, que a postou em seu perfil.  

Logo o canal do You Tube “vipnews2010” fez o upload do vídeo, que já foi visto mais de 20 milhões de vezes desde a postagem. Finalmente o potencial do cantor para meme foi descoberto e ganhou o reconhecimento merecido.

As habilidades peculiares de Vitas continuaram a chamar atenção em 2016 e 2017, quando quase todos os sites de conteúdo do mundo lhe deram alguma atenção - inclusive as páginas em português.

Algumas versões da música valem muito a pena, como a que tem uma flauta intencionalmente mal tocada ou a que faz um mash-up com o rapper Big Shaq.

Existe também alguém que remixou o refrão por 10 horas seguidas e o trabalho mais profissional do DJ Ariel para o projeto Trap Music Now.

O sucesso rendeu frutos e ” Soul”, outra música na qual Vitas  faz acrobacias com a língua, viralizou no Facebook com a legenda "o homem da língua estranha está de volta" (“weird tongue man is back!”, em inglês).

O homem por traz do meme

Apesar do sucesso recente de Vita na internet mundial, ele chegou ao estrelato na Rússia há muito tempo. Natural de Odessa, na Ucrânia, o cantor fez sua estreia no mundo artístico em 2001, com seu hit “Opera #2”.

Os russos também acharam Vitas estranho na época. O vídeo o mostrava como um híbrido de peixe e humano que passava o tempo tocando acordeom e distribuindo folhetos de propaganda nas ruas.

Mas seu sucesso na Rússia foi real e com motivos. Ele é talentoso e tem uma característica vocal rara - é capaz de atingir cinco oitavas, segundo ele próprio diz. Depois do efeito cômico inicial, suas músicas se revelam bastante interessantes.

Após o sucesso de “Opera#2”, Vitas lançou mais dois álbuns e no seu auge, em 2003, foi convidado para se apresentar com o cantor italiano Lucio Dalla no Kremlin, para uma plateia que incluiu o presidente Vladimir Putin.

Pode parecer estranho um mundo que leva Vitas a sério, mas é preciso lembrar que isso ocorreu na Rússia do início dos anos 2000.

Talvez mais impressionante ainda seja a enorme quantidade de fãs que ele conquistou na China nessa mesma época, o que o levou a fazer duas turnês com ingressos esgotados no país asiático. Ele até fez uma participação na versão chinesa da animação “Mulan”.

O renascimento do artista

Quem só conhece o vídeo que originou o meme pode se surpreender com o quanto a viralização foi bem-vinda. Vitas estava com a sua carreira praticamente no esquecimento.

Antes deste boom, a última aparição de Vitas foi no programa “Deixe que digam”, uma atração da TV russa bastante sensacionalista.

No episódio, contava-se a história de um homem que alegava falsamente ser pai do cantor – que também fez as manchetes em 2013, quando atropelou um ciclista.

Vitas estava quase no ostracismo antes de virar meme.

Mesmo que as intenções do Ocidente em redescobrir Vitas não sejam das melhores e contenham um tanto de piada e ironia, o cantor se mostra agradecido pelo revival da internet. E esse acontecimento diz mais sobre a sociedade do que o meme aparenta à primeira vista.

Em um mundo cansado de reality shows, nosso senso de humor ficou deturpado e figuras como Vitas, que antes eram apenas excêntricas, são retomadas para fins de piada e diversão.

De algum modo o vídeo de “7th Element” pode nos deixar um pouco desconfortáveis. E é perfeito para as brincadeiras de redes sociais do tipo "marque seu amigo que...". Seja qual for o motivo, Vitas não parece se preocupar muito com isso.

E, como a música oficial da Copa do Mundo 2018 ainda não foi definida, fica uma expectativa de que a grande chance de consagração do cantor ainda esteja por vir.

Gostou? Então leia “Teremim, o instrumento que se toca sem tocar”.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais