Artista relança kokochniks, tradicionais tiaras com pérolas e bordado; veja fotos

Cópia exata de kokochnik do século 18

Cópia exata de kokochnik do século 18

Johann Nikadimus
Na tentativa de resgatar cultura, entusiasta copia modelos luxuosos dos séculos 18 e 19. Modelos baseados em peças antigas custam, pelo menos, 2.500 dólares.

O artista russo Johann Nikadimus vem recriando as tradicionais tiaras russas conhecidas como kokochnik. Nascido em Kazan, Nikadimus se formou em atuação, mas, depois de se mudar para Moscou, encontrou um emprego no varejo.

Dez anos depois, Nikadimus decidiu ir atrás de outra profissão: além de administrar um estúdio de design na capital russa, ele também começou a criar réplicas fiéis das antigas tiaras tradicionais da Rússia, decoradas com pérolas e bordados.

Tiara de Arkhanguelsk

“Eu criei meu primeiro trabalho – uma tiara da nobreza de Arkhanguelsk – no final de 2014. Foi uma tentativa de aprender como os kokochniks vistos nas ilustrações de Ivan Bilibin nos contos de fada russos e pinturas de Víktor Vasnetsov e Konstantin Makovski eram feitos. Esses kokochniks são conhecidos pelo mundo inteiro, mas raramente são vistos na vida real”, disse o autor ao Russia Beyond Brasil.

Johann Nikadimus

Para descobrir como eram fabricados, Nikadimus recorreu à bordadeira Irina Nikolaeva, que lhe ensinou a fazer seus próprios kokochniks. Na sequência, começou a reproduzir alguns dos mais antigos e caros exemplares russos.

Tiara de Arkhanguelsk

“Todos os meus kokochniks são cópias de exposições de museu datadas dos séculos 18 e 19. Pego fotografias antigas de publicações e museus, às vezes recebo ajuda de colecionadores particulares”, conta. “Eu analiso os ornamentos e os materiais e então começo a recriá-los. Tento transmitir a sensação de outra época, como se o objeto tivesse sido feito de 100 a 200 anos atrás, ou até mesmo mais”, continua Nikadimus.

Kokoshnik de Tver

Nikadimus usa materiais antigos que encontra na internet e mercados vintage. Às vezes, porém, transforma ornamentos modernos em antigos usando várias técnicas.

Leva cerca de um mês para criar uma única tiara, isso sem contar o tempo necessário para encontrar os materiais adequados e fazer o molde de costura.

“Os materiais que uso – pérolas, madrepérolas e etc – têm suas particularidades. Eu acho estranho mantê-los em recipientes de plástico, então, uso caixas de madeira ou frascos de vidro. Mas também não consigo trabalhar sem um computador, para analisar as referências e criar moldes”, explica o artista.

Kokoshnik de Tver

Cada criação não sai por menos de US$ 2.500. Mas, segundo Nikadimus, “são presentes bonitos que têm o potencial de se tornar herança familiar – também podem ser usados enfeite de cabeça em casamentos”.

Além disso, em termos de simbologia russas, os kokochniks são quase tão reconhecíveis como o caviar, os ursos ou os chapéus de pele.

Tiara de Vologda

Alguns outros entusiastas da antiga tiara também se esforçam para manter viva a tradição, mas encontrar uma maneira de promover seu trabalho para o público pode ser difícil. “No momento, não se sabe que tipo de abordagem do ‘estilo’ russo é considerada boa ou ruim. Começamos a avaliar isso agora”, arremata Nikadimus.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies