Robôs começam a entregar correspondência em Moscou

ECOMHUB/YouTube
Nesta primeira fase do projeto estão sendo utilizados 36 robôs. Serviço pode ser solicitado por meio de aplicativo e tem um custo simbólico de 1 rublo.

Esqueçam os carteiros: agora, os pacotes em Moscou começarão a ser distribuídos com a ajuda de um robô autônomo, conforme anunciado no site do Correio Russo. Na atual e primeira fase do projeto, estão sendo utilizadas 36 máquinas, projetadas pelo gigante da tecnologia Yandex (o Google russo) que sairão de 27 postos de correios da cidade.

Para usar o serviço, basta solicitá-lo por meio de um aplicativo da empresa para Android, pelo qual é possível acompanhar o status em tempo real. Por enquanto, porém, o raio de entrega não deve ultrapassar 2 km e o serviço tem um custo simbólico de 1 rublo.

Quando um robô é solicitado, a equipe do Correio insere o pacote na máquina, que chega por conta própria ao endereço do destinatário. Assim que o aparelho chega à porta, o destinatário recebe uma notificação e um código via SMS, que deverá ser inserido no app. Ao fazê-lo, o robô desbloqueia a tampa para entregar o conteúdo.

Esses aparelhos, segundo o Correio, são capazes de superar obstáculos graças às seis rodas motrizes e podem atingir uma velocidade de 8 km/h. Também são equipados com câmeras que transmitem imagens em tempo real para reduzir eventuais danos por vândalos.

“O rápido crescimento e desenvolvimento do e-commerce estão inevitavelmente transformando os processos de entrega”, explica Stanislav Tchernin, diretor de inovações da empresa. “A logística está se tornando o setor mais robotizado, e a tecnologia está mudando os processos em todas as etapas. O Correio Russo está aberto a inovações, o que torna nossos serviços mais convenientes para os clientes. Temos o prazer de testar uma das opções de entrega sem intervenção humana, para estudarmos esse processo em detalhes.”

O processo tecnológico que se adapta também aos tempos de pandemia, apontam os especialistas, limitando o contato entre as pessoas. 

“A introdução dos robôs do Yandex no trabalho do Correio Russo é um exemplo de continuidade nas operações, mesmo sob restrições epidemiológicas”, afirma Kirill Kaem, vice-presidente sênior de inovação da Fundação Skôlkovo, parceira do projeto.

LEIA TAMBÉM:5 robôs desenvolvidos na Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies