Novos sistemas antimísseis S-500 protegem os céus de Moscou; veja vídeo

S-500 cobrirá a região industrial central e atuará em conjunto com sistemas de defesa antimísseis Amur A-135.

As tropas do 15º Exército de Propósitos Especiais da Força Aérea Russa, que garante a defesa do espaço aéreo sobre Moscou e o Distrito Industrial Central, foram equipadas com sistemas S-500.

A chegada do primeiro conjunto de brigadas desses modernos sistemas foi comunicada à agência de notícias Tass por uma fonte próxima ao departamento militar que não quis ser identificada, de acordo com o jornal estatal Rossiyskaya Gazeta.

A fonte afirmou que a segunda brigada S-500 será recebida pelas tropas no primeiro semestre de 2022.

O editor-chefe da revista especializada “Arsenal da Pátria”, Víktor Murakhôvski, disse à Rossiyskaya Gazeta que o S-500 cobrirá a região industrial central. Em atuação conjunta com os sistemas de defesa antimísseis Amur A-135, eles criarão uma espécie de “guarda-chuva antimísseis” sobre a capital.

A Associação de Pesquisa e Produção Almaz desenvolveu o sistema de defesa antimísseis de quinta geração em 2002. O protótipo foi desenvolvido em 2011. Dez anos depois, em agosto de 2021, foram concluídos os testes do S-500 Prometey. O S-500 tem um raio de defesa de 600 km.

O sistema pode detectar e destruir simultaneamente até dez alvos balísticos supersônicos. Ele também pode atacar ogivas de mísseis hipersônicos. Devido a sua capacidade de atingir alvos no espaço profundo, o S-500 é considerado um sistema de defesa espacial de primeira geração.

LEIA TAMBÉM: 2 rifles de precisão usados pelos guardas de Vladimir Putin

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies