Kalashnikov cria primeira metralhadora para usar com um iPhone

Pável Kuzmitchev
Arma registra todas as ações e transmite dados para o smartphone. Dispositivo já testado pela Kalashnikov deve chegar ao mercado no início de 2021.

No final de agosto, o Consórcio Kalashnikov apresentou o fuzil inteligente MP-155 Ultima com um computador embutido na culatra e uma câmera de vídeo no cano.

Por fora, parece mais uma arma de videogame: uma espingarda futurista em um corpo compacto e elegante, como se tivesse sido criada para destruir monstros do submundo. A culatra contém um computador embutido com uma tela externa, um roteador Wi-Fi, Bluetooth, bateria e outros aparatos eletrônicos.

O Consórcio destaca que o Ultima é “projetado para novos usuários que desejam entrar no mundo das armas e manusear um brinquedo elegante e moderno”.

Para atiradores avançados ou soldados profissionais, os dispositivos na culatra são mais um obstáculo do que uma ajuda. O motivo é simples: o visor de informações que brilha ao sol e bloqueia a linha de visão não ajuda o atirador, muito pelo contrário.

A arma inteligente representa o primeiro passo para o futuro da tecnologia de armas pequenas. Segundo especialistas, em breve, um computador baseado em metralhadora poderá avaliar a situação do campo de batalha, apontar e aconselhar se deve ou não abrir fogo, apenas deixando a escolha final para o soldado.

Por enquanto o MP-155 não possui essas funções nem consegue identificar os “inimigos” no local. É mais uma arma para quem gosta de sair da cidade no fim de semana e praticar tiro esportivo.

Do que é capaz o primeiro computador de armas inteligentes

A configuração e a interface do novo MP-155 Ultima lembra um pouco o menu de uma câmera de ação. A arma é capaz de gravar vídeos e transmitir as informações em tempo real para um smartphone. A tela pode funcionar como um visualizador.

O computador oferece uma série de funções básicas, como um cronômetro embutido que registra o número de tiros e acertos, o tempo e a velocidade de disparo e o número de alvos atingidos – para quem quer aprimorar habilidades no campo de tiro.

O dispositivo possui ainda uma bússola interna e um módulo GPS que mostra a localização exata da arma. Quando a bateria acaba, a arma é carregada (ou os dados são transferidos para um computador) por meio de uma entrada USB na lateral.

Quando e onde conseguir uma dessas

O núcleo do Ultima – o MP-155 – não é um novo desenvolvimento, mas uma arma semiautomática de cano liso comprovada no mercado com um calibre 12/76, além de histórico comprovado.

O cano tem 71 cm de comprimento e alcance efetivo de cerca de 50 a 70 m (padrão para fuzis de calibre 12/76).

A arma padrão sem aparatos é vendida nas lojas de Moscou por cerca de US$ 500.

Embora a empresa Kalashnikov ainda não tenha revelado o preço de seu modelo atualizado, há rumores de que o “brinquedo” custe mais de US$ 1.400. A única coisa que se sabe ao certo é a data de lançamento da arma: janeiro de 2021.

LEIA TAMBÉM: Três mitos sobre o fuzil Kalashnikov

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies