Caça F-16 norte-americano se transforma em Su-57 russo

R. Nial Bradshaw/U.S. Air Force 473
Força Aérea dos EUA pintou uma segunda aeronave própria com as cores de camuflagem do caça russo.

Um caça F-16 Fighting Falcon que recebeu a mesma pintura de camuflagem do Su-57 russo foi apresentado na Base Aérea de Utah Hill para fins de treinamento militar. O jornal russo estatal Rossískaia Gazeta ressalta que as cores do caça russo foram reproduzidas até o último detalhe no avião de combate da Otan.

Um comunicado da Força Aérea dos EUA afirma que o avião recebeu o método de pintura popular chamado "fantasma". O caça foi pintado pelo 576º Esquadrão de Serviço Terrestre, que faz parte do 64º esquadrão “Agressor”, que desempenha o papel de inimigo durante exercícios de combate aéreo.

O método de pintura reproduzido é usado para preparar os aviadores para um encontro real contra o Su-57.

Aliás, no ano passado, a oficina de pintura da Base Aérea de Nellis já tinha repintado um dos aviões para esse tipo de exercício militar. No entanto, o gerente do projeto, Jim Gill, admitiu que os especialistas, desta vez, tiveram que ralar para reproduzir melhor os detalhes do avião russo.

Pode-se ver como eles fizeram isso aqui:

A pintura habitual de um F-16 leva cerca de 11 dias. Doze funcionários tiveram que trabalhar 18 dias para converter um F-15 em um Su-57.

LEIA TAMBÉM: 9 curiosidades sobre o novo caça russo Su-57

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies