Rússia desenvolve drone subaquático que simula comportamento de submarinos

Vitaly V. Kuzmin/vitalykuzmin.net
Veículo não tripulado será usado para minimizar custos e riscos de exercícios militares.

O Escritório Central de Projetos de Engenharia Marítima Rubin, em São Petersburgo, acaba de desenvolver o primeiro protótipo de robô submarino capaz de simular o comportamento de submarinos de vários tipos. Ele foi batizado de "Surrogat".

"Os resultados do trabalho foram entregues ao Ministério da Defesa. Sua análise está em andamento", disse o diretor-geral do escritório Rubin, Ígor Vilnit.


O drone tem 17 metros de comprimento, deslocamento de 40 toneladas e velocidade máxima de até 44 km/h submerso. E ele pode manobrar e mergulhar a uma profundidade de até 600 metros e está equipado com várias antenas que simulam campos físicos de diferentes tipos de submarinos.

O "Surrogat" tem uma bateria de íons de lítio que permite cobrir até 600 milhas náuticas sem recarregamento. 

 

O principal objetivo do drone será simular submarinos durante os exercícios militares da Marinha Russa. O "Surrogat" poderá substituir os submarinos de combate reais, reduzindo custos e riscos. No entanto, graças ao seu desenho modular, o drone também pode realizar missões de reconhecimento ou mapeamento.

O Escritório Central de Projetos Rubin é um dos principais a idealizar submarinos russos, entre eles submarinos estratégicos nucleares e os mais modernos, do projeto Borei.

VEJA TAMBÉM: Um mergulho Akula adentro

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies