Rússia construirá novo satélite para Angola

National Aeronautics & Space Adm/Global Look Press
O satélite de comunicações “Angosat-2” substituirá, já em 2021, o “Angosat-1”, que foi perdido.

Até o final de 2021, a empresa russa “Energia”, que faz parte da Roscosmos, finalizará a construção do satélite “Angosat-2”, segundo o vice-diretor da agência espacial russa, Serguêi Dubik. 

Anteriormente, o diretor da Roscosmos, Dmítri Rogôzin, declarou que o “Angosat-2” será radicalmente diferente de seu predecessor, o “Angosat-1”, que foi perdido em 2017. 

Em 27 de dezembro de 2017, após a separação do estágio superior, a comunicação com o “Angosat-1” foi perdida. A Roscosmos tentou restaurar a comunicação com satélite até janeiro de 2018, quando o equipamento foi declarado inoperacional por Angola.

LEIA TAMBÉM: Por que a URSS enviou cosmonautas estrangeiros para o espaço?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies