7 carros elétricos russos da era tsarista até os tempos atuais (FOTOS)

União Soviética foi uma das líderes mundiais no desenvolvimento de carros elétricos. No entanto, quase todos os projetos foram congelados com a queda da URSS.

1. Carro elétrico de Hippolite Românov

O primeiro carro elétrico do Império Russo surgiu no final do século 19. Desenvolvido pelo engenheiro Hippolite Românov, ele tinha dois lugares e podia alcançar a surpreendente velocidade de 25 km/h. Mais tarde, o desenvolvedor projetou um carro elétrico de quatro lugares e ônibus elétricos que podiam transportar até 24 pessoas.

2. ZIS-5

O primeiro veículo elétrico soviético, baseado no chassi do caminhão ZIS-5, foi projetado em 1935. Sua plataforma de carga tinha diversas caixas de madeira com 40 baterias. No entanto, a capacidade do caminhão não impressionava: sua velocidade máxima, carregado, era de apenas 15 km/h, e o alcance máximo era de 25 km.

3. UAZ-451MI

A bateria do UAZ-451MI podia ser carregada em 1,5 hora usando a rede elétrica doméstica. Em 1978, este carro foi enviado a uma exposição nos Estados Unidos, onde ganhou popularidade. O veículo soviético foi o único que podia usar corrente alternada.

4. UAZ-3801

Este carro elétrico, criado no início dos anos 1980, foi um verdadeiro avanço: ele podia alcançar uma velocidade máxima de quase 50 km/h, um recorde para este tipo de veículos naqueles tempos.

5. RAF-2204

Um verdadeiro cavalo de carga, o RAF-2204 podia atingir velocidade de quase 60 km/h e cobrir até 45 km sem recarga. Além da bateria, que pesava 630 quilos, o veículo podia levar até 9 passageiros e o motorista.

6. RAF-2910

Estes micro-ônibus elétricos foram produzidos especialmente para os Jogos Olímpicos de Moscou de 1980. Eles foram projetados para serem usados por árbitros de maratona e de caminhada atlética, onde gases de escape e ruídos não são permitidos. Depois de cumprirem sua missão, eles foram enviados para as repúblicas soviéticas da Ásia Central, onde foram convertidos em carros movidos a energia solar.

7. Zetta

Embora diferentes protótipos apareçam de vez em quando no mercado russo, hoje, a indústria do país não consegue criar carros elétricos bem-sucedidos comercialmente. No entanto, começa neste ano a produção do primeiro veículo elétrico em série russo, o Zetta. 

Mais de 15 mil carros serão produzidos anualmente. O veículo será controlado por um tablet integrado no painel de instrumentos. Com velocidade máxima de 75 km/h, ele poderá percorrer 220 quilômetros sem ser recarregado. Os potenciais compradores são Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Jordânia e países do Norte de África.

VEJA TAMBÉM: ‘Porsche para pobre’ e outros carros soviéticos baseados em modelos ocidentais

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies