Corveta Stoiki, da Frota do Báltico, dispara mísseis contra navio antigo; veja vídeo

Em exercício tático, navio de guerra testou os mísseis antinavio do sistema Uran. Uma embarcação retirada de serviço foi usada como alvo flutuante.

Dois mísseis de cruzeiro, de acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, atingiram com sucesso um alvo localizado a mais de 30 quilômetros do navio de guerra Stoiki.

A corveta, cujo deslocamento é de 1.800 toneladas, pertence à nova classe de embarcações construídas para a Marinha russa no âmbito de um programa de modernização, o projeto 20380.

Devido a suas dimensões e deslocamento, grandes demais para uma corveta, a Otan preferiu designar o navio como uma fragata.

LEIA TAMBÉM: Os 11 navios mais poderosos da Marinha russa

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies