Tecnologia esquecida: Il-102, o ‘Sturmovik’ dos anos 80 que jamais viu combate

Avião de ataque ao solo fez seu primeiro voo em setembro de 1982. Mas apesar da imponência, como se tivesse saído de um game, os militares da USSR preferiram o Su-25, que entrou na produção em seu lugar.

Esta aeronave incomum era propulsada por dois motores Klimov RD-33I (versão sem pós-combustão, que é usada pelo MiG-29) e uma das características mais curiosas de seu design é que possuía uma torreta traseira com metralhadora, para autodefesa (como no Il-2 Sturmovik), algo que não se via em aviões de ataque ao solo desde a Segunda Guerra Mundial.

Embora nunca tenha entrado em produção – o Su-25 mostrou melhor desempenho –, alguns protótipos foram construídos. 

Há uma cópia original exposta no Instituto de Pesquisa de Voo Grómov, nos arredores de Moscou.

LEIA TAMBÉM: Que vantagem tem o obsoleto avião russo a bordo do qual voa Kim Jong-un?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies