Rússia começa a desenvolver submarino de quinta geração

Alexander Riumin/TASS
Equipado com sistema de controle de combate baseado em inteligência artificial e capaz de transportar os novos mísseis hipersônicos Tsircon, embarcação nuclear entrou em fase de testes.

O escritório de engenharia marítima de São Petersburgo Malakhit iniciou a construção e os testes de um novo submarino nuclear de múltiplas funções de quinta geração, segundo uma fonte da agência de notícias Tass no complexo militar-industrial.

“O Malakhit, controlado pela empresa estatal russa Corporação Unida de Construção Naval, completou o trabalho de pesquisa científica do projeto [do submarino nuclear da quinta geração] Husky no final de 2018”, disse fonte.

Os resultados dos trabalhos foram aprovados pelos militares, e o escritório passou para o próximo estágio, intitulado “Laika”.

A fonte da agência não revelou as características técnicas do novo submarino gigante, mas disse que "umas das armas de ataque serão os mísseis hipersônicos Tsircon”. Além disso, o navio terá construção modular e receberá um sistema integrado de controle de combate com inteligência artificial.

Segundo o relatório anual do escritório Malakhit publicado em junho de 2018, o projeto é desenvolvido como parte do programa de desenvolvimento de armamentos estatal para o período de 2018 a 2027.

Atualmente, a Rússia também está construindo submarinos de quarta geração da classe Iássen e submarinos estratégicos da classe Borei.

LEIA TAMBÉM: Os 7 melhores hovercrafts militares e civis russos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies