Rostec criará outro fuzil de precisão para exército russo

Uliana Solovyova/Sputnik
Nova arma para infantaria poderá atingir alvos a até um quilômetro de distância e poderá se tornar o potencial substituto do fuzil de precisão soviético SVD.

O escritório de projeção TSNIITochMash, parte da corporação estatal Rostec, começou a desenvolver um novo fuzil de precisão semiautomático para o Ministério da Defesa da Rússia.

O TSNIITochMash é mais conhecido pela criação do pacote de equipamento operacional Rátnik-2

O fuzil do projeto Ugolek poderá usar munições de precisão da Otan “.308 Winchester” e “.338 Lapua Magnum”, as mais utilizadas no mundo, e atingir alvos a até um quilômetro de distância.

O objetivo do escritório é estabelecer a produção de balas desses calibres em território russo.

O projeto Ugolek terá que competir com os novos fuzis de precisão semiautomáticos do consórcio Kalashnikov, que já apresentou um possível substituto para o fuzil de precisão soviético SVD em meados de 2018.

LEIA TAMBÉM: Versões obscuras da lendária AK-47 são fabricadas mundo afora; veja fotos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies