Rússia voltará a vigiar o espaço a partir do Chile

Pixabay
Centro de comunicação espacial será instalado na Cordilheira dos Andes.

A Rússia pretende abrir um centro de comunicação espacial no Chile, segundo o informou o escritório de design espacial do Instituto de Energia de Moscou, citado pelo jornal “Izvêstia”.

O centro será criado no observatório de Cerro el Roble, uma montanha localizada na Cordilheira dos Andes, como parte do programa de modernização do complexo terrestre de gerenciamento de aparatos espaciais.

Cabe lembrar que o observatório de Cerro el Roble (70 quilômetros ao norte de Santiago do Chile) foi construído em 1968, em uma cooperação entre a Universidade do Chile e o Observatório Astronômico da Academia de Ciências da URSS.

LEIA TAMBÉM: Por que os russos ainda não acreditam que os norte-americanos estiveram na Lua? 

Além disso, na época, foi instalado seu equipamento principal, o telescópio de duplo menisco AZT-16, inventado por Dmitri Maksutov. Com este telescópio, Jeino Potter e Lev Panaiótov trabalharam, sob a direção de Mitrofan Zvérev, observando estrelas e galáxias. No entanto, após o golpe de 1973 no Chile, os astrônomos russos foram obrigados a deixar o país latino-americano, abandonando todas os seus equipamentos.

Na década de 2000, os especialistas chilenos e russos concordaram em retomar a cooperação e os trabalhos no antigo observatório.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies