‘Tubarão Negro’ e outros helicópteros russos em combate; veja fotos

Global Look Press
Conheça as aeronaves russas e soviéticas que ganharam fama após testes de combate bem-sucedidos.

1. Mil Mi-1: primeiras tentativas

Helicópteros de múltiplas funções Mi-1 no final dos anos 1940.

Primeiro helicóptero soviético produzido em série, o Mi-1 foi rapidamente modificado para ser uma aeronave militar. No final da década de 1950, o helicóptero de ataque leve Mi-1MU era equipado com mísseis não guiados ou metralhadoras. O Mi-1 foi usado em combates na China entre as tropas comunistas de Mao e o exército de Chiang Kai-shek. Também foi usado por egípcios e sírios que lutavam contra o exército israelense.

  1. Mil Mi-6 na Guerra dos Seis Dias
Mi-6 transporta veículo blindado de reconhecimento durante exercícios na região de Tcheliabinsk.

O Mi-6 foi originalmente concebido no final dos anos 1950 como um helicóptero de transporte de tropas. Ele bateu diversos recordes mundiais em capacidade de peso a erguer a uma determinada altitude.

As versões militares do Mi-6 foram equipadas com metralhadoras de calibre de 12,7 mm. Na Guerra dos Seis Dias, em 1967, o Egito perdeu 10 helicópteros Mi-6 destruídos pelos israelenses no solo.

LEIA TAMBÉM: Rússia desenvolve novos mísseis secretos para helicópteros de combate

No conflito do Afeganistão na década de 1980, helicópteros Mi-6 foram empregados principalmente para o transporte de munição. Quase 30 dessas aeronaves foram abatidas.

3. Mil Mi-8: logística

Tropas aerotransportadas durante exercícios militares na região de Orenburgo, 2015.

O Mi-8 foi projetado como uma aeronave de logística militar e participou de muitos conflitos militares nos últimos 50 anos, principalmente no Oriente Médio. Nos anos 80 esse helicópteros desempenham um papel importante na guerra em Afeganistão. Os Mi-8 participaram de todos os conflitos no território da antiga União Soviética.

4. Mil Mi-24: O "Crocodilo" no Afeganistão

Helicóptero de combate Mi-24 russo na base aérea de Hmeymim, Síria.

O Mi-24 foi o primeiro helicóptero soviético projetado desde o início apenas para missões militares. É o único helicóptero de ataque que também pode ser usado para o transporte de tropas.

O Mi-24 foi usado pelos exércitos de 45 países. Durante o conflito no Afeganistão, o helicóptero foi apelidado de "crocodilo" devido a sua aparência externa.

Mais de 120 Mi-24 foram abatidos durante a guerra no Afeganistão. No conflito no Líbano em 1982, um Mi-24 sírio conseguiu abater um F-4 israelense. Dez anos depois, um "crocodilo" conseguiu destruir um avião de ataque georgiano Su-25 durante a guerra na Abecásia.

5. Kamov Ka-50: “Tubarão Negro”

O helicóptero KA-50   “Tubarão Negro” durante voo de demonstração.

O Kamov Ka-50 “Tubarão Negro” é um helicóptero de ataque com uma configuração coaxial de dois rotores que pode levar apenas uma pessoa: o piloto. Foi o primeiro helicóptero com um sistema de ejeção de resgate.

Apenas 20 helicópteros desse tipo foram produzidos até 2009, porque o exército optou pelo desenvolvimento do Ka-52 "Alligator". Os "Tubarões Negros" foram usados durante a segunda guerra na Tchetchênia, no início do 2001.

6. Mil Mi-28N: “Caçador da Noite”

Mi-28 durante a competição internacional Aviadarts 2016.

O mais recente helicóptero de ataque da Rússia, produzido pelod projetistas Mil, é o Mi-28N, o “Caçador da Noite”. Ele é um helicóptero para duas pessoas que pode operar em quaisquer condições meteorológicas. Em 2016, essas aeronaves foram usadas durante a operação militar na Síria, inclusive na Batalha de Palmira.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies