Russos criam primeiro radar 4D do mundo para tecnologia de veículos sem motorista

Getty Images
Dispositivo supera os humanos na análise das condições das estradas, de acordo com a startup Cognitive Technologies.

O primeiro protótipo do radar 4D Cognitive Imaging para carros sem motorista é capaz de determinar localização, forma e velocidade dos objetos nas vias em qualquer condição climática, anunciou a Cognitive Technologies, com sede em Moscou.

“É como um ‘terceiro olho’ para veículos sem motorista”, explica Olga Uskova, presidente da startup russa por trás da tecnologia. “Nosso radar funciona a qualquer velocidade. Ele pode detectar objetos com uma precisão de 97,7% e, operando em conjunto com uma câmera de vídeo, leva a mais segurança nas vias”, completa.

Segundo Uskova, a invenção representa uma revolução para a indústria automotiva.

Depois de quatro anos desenvolvendo o radar 4D, o aparato entrará agora em produção em massa.

Dentre os fabricantes de automóveis que já realizaram encomendas estão empresas da Coreia do Sul, China e Alemanha. A Cognitive Technologies planeja fabricar cerca de 4 milhões de radares 4D até 2022.

“Outros tipos de radares”, diz Uskova, “permitem determinar a distância em relação a objetos na estrada, a trajetória e velocidade de movimento. No entanto, esses radares não conseguem distinguir a forma e o tipo desses objetos”. Por exemplo, são praticamente incapazes de distinguir um carro de um pedestre, ou uma ponte de um caminhão. Também não reconhecem imagens sobrepostas, como uma pessoa em pé ao lado de uma cerca.

Para obter as informações necessárias sobre as condições da estrada, várias montadoras utilizam os LIDARs – tecnologia ótica de detecção remota que mede propriedades da luz refletida de modo a obter a distância a respeito um determinado objeto distante. No entanto, as nuvens de poeira, a chuva e a neve podem afetar seu rendimento.

O radar 4D, por sua vez, funciona melhor em condições climáticas diversas, criando um mapa quadridimensional da cena, além de aumentar a frequência das atualizações de dados. Assim, é capaz de reconhecer objetos em movimento com maior grau de precisão.

O radar Cognitive Imagine consegue detectar objetos a uma distância de até 180 a  200 metros, e sua frequência de operação varia de 76 a 81 GHz.

Além do mais, a tecnologia de radar de abertura sintética (SAR) permite que veículos sem motorista visualizem objetos em alta resolução na lateral das vias, buracos na rua e meio-fio. Pode detectar animais e outros objetos potencialmente perigosos, bem como ajuda a analisar a via em situações complexas, como luz alta à frente, por exemplo.

“O modelo de radar 4D é um verdadeiro avanço na criação de sistemas de visão computacional”, afirma o professor Vladímir Tislenko, da Universidade de Tomsk, acrescentando que, graças a esses novos dispositivos, os veículos sem piloto poderão obter uma imagem quadridimensional da via em qualquer condição meteorológica.

Diferentes grupos de pesquisa pelo mundo, incluindo o israelense Arbe Robotics, o indiano Steradian Semiconductors e o japonês Denso-Tenin, também estão trabalhando no desenvolvimento de um radar 4D.

O mercado global de radares automotivos é estimado em US$ 6,61 bilhões até 2021, com uma taxa de crescimento anual de 23,81%, segundo a Marketsand Markets.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies