Buscas do Yandex expõe dados do Google Docs

Maksim Blinov/Sputnik
A internet russa ficou desprotegida por cerca de três horas no dia 4 de julho, depois que o gigante de buscas Yandex publicou um indexador do Google Docs que podia ser acessado publicamente.

Tudo foi exposto: de listas de senhas, endereços e preços de prostitutas de São Petersburgo, contas secretas de várias empresas a dados pessoais e outras informações confidenciais que ficaram disponíveis para internautas oportunistas.

Tudo isso ficou acessível simplesmente por meio da pesquisa no Yandex por "senhas" do site do Google Docs.

O Google permite que os usuários escolham as configurações de privacidade nos documentos, mas parece que muitas pessoas se esqueceram de fazer isso ou simplesmente acharam que o acesso não era pesquisável.

Poucas horas depois do incidente ser notado, o Yandex removeu de sua pesquisa os documentos de usuários do Google Docs. O serviço de segurança do Yandex avisou o Google sobre o problema.

"O Yandex indexa apenas a parte aberta da Internet - aquelas páginas que estão disponíveis quando se clica em links sem entrar com login e senha. As páginas que não são indexadas pelo administrador do site no arquivo robots.txt não são indexados pelo Yandex, mesmo que estejam na parte aberta da Internet.”, declarou a empresa por meio de seu departamento de imprensa.

A situação lembra o recente escândalo da Cambridge Analytica envolvendo o Facebook, no qual as informações pessoais de cerca de 87 milhões de pessoas foram reveladas a uma empresa que usava os dados para fins de campanhas eleitorais.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies